Blog do Dad Squarisi

83497_273703.jpg

Do fundão da Terra

Por Dad Squarisi
Foto Divulgação

Recado

“Cacófato? É isto: `Ela se disputa´.”

Voz do povo

 

Do fundão da Terra

Ops! A montanha se mexeu. Da boca enorme, saíram lavras ferventes. É o Vulcão de Fogo, lá da Guatemala. Furioso, ele sepultou vilarejos, matou mais de 60 pessoas, feriu 46, forçou a remoção de 3.265 e afetou a vida de 1,7 milhão de moradores. Valha-nos, Zeus! É o deus Vulcano em ação. Ele trabalha no fundão da Terra. Quando põe mão à obra, solta fogo pra todos os lados.

 

Origem

Você sabe por que vulcão se chama vulcão? O buraco com a barriga cheinha de fogo e lavra quente se chama vulcão em homenagem ao deus do fogo e da metalurgia. Em latim, o nome dele é Vulcano. Em grego, Hefesto.

 

O metalúrgico

Vulcano era o menino mais feio do Olimpo. Tão feio que a mãe, Juno, sentiu vergonha de tê-lo como filho. Pra se livrar da criatura, jogou-o do alto da montanha. Ele caiu durante um dia inteiro. Ao aterrissar, machucou a perna. Ficou manco.

O garoto adorava trabalhar com ferro. Tornou-se, por isso, grande metalúrgico. Ele fez o trono e o cetro de ouro de Zeus, o deus dos deuses. Forjou a armadura de Aquiles, o tridente de Poseidon, as flechas de Apolo e de Cupido. E muito mais.

Mas o que ele queria mesmo era se vingar da mãe. Teve, então, uma ideia. Fabricou um trono de ouro esplêndido e o deu de presente a Juno. Quando ela se sentou na maravilha, ficou com o bumbum preso. Ninguém conseguiu soltá-lo.

Os deuses procuraram Vulcano. Pediram que libertasse a mãe. Ele topou. Mas impôs uma condição: só soltaria a prisioneira se Vênus, a deusa do amor, se casasse com ele. Foi assim que a mulher mais linda do Olimpo se casou com o homem mais feio do Olimpo.

 

Sob e sobre

Olho vivo, gente fina. Sob e sobre são irmãzinhas. Mas cada uma tem função específica. A monossílaba indica posição inferior, debaixo de. A dissílaba joga no time contrário. Quer dizer em cima de, em relação a, a respeito deErupções do Vulcão de Fogo sepultaram vilarejos sob as cinzas. Lavras se espalharam sobre os vilarejos. Os guatemaltecos falaram sobre o assunto.

 

A propósito de...

Por falar em sob e sobre, vale lembrar grafias que dão nó nos miolos. Embaixo se escreve assim, tudo junto. Em cima se divide em duas partes — uma lá e outra cá: Pus meus livros em cima da mesa. Ela preferiu pô-los embaixo. Quem entende?

 

Você escolhe

A internet aceita tudo. Há textos pra lá de legais. Há, também, mensagens falsas, grosseiras e mal-humoradas. O jeito é selecionar. Aproveitar o bom e ignorar o que nada acrescenta. Uma que vale a pena dá dica de português. O título: Nunca use. Depois, enumera uma série de vícios. Que tal relembrá-los? E, de quebra, corrigi-los.

 

De menor: A forma nota mil é menor de idade.

Menas: Não existe. Diga sempre, sem medo de errar — menos.

Seje e esteje: Sem vez. A grafia é seja e esteja.

Estrupo: Olho no troca-troca. Cada macaco no seu galho — estupro.

Cabelerero: O nome do profissional deriva de cabeleira. Daí cabeleireiro.

 

Mais

Adevogado: a letra intrusa não tem vez como não tem vez em adjetivo e advérbio.

Tinha compro, tinha trago: Xô! Xô! Xô! Ela tinha comprado e tinha trazido.

Gratuíto: O ditongo ui se pronuncia como em circuito e fortuito.

Rúbrica: Nãooooooooo! A sílaba tônica é bri. Rua, acento!

De grátis: Trata-se de cruzamento. A entrada é de graça. Ou grátis.

 

Leitor pergunta

 

Correio publicou esta manchete: “Arruda, Agnelo e Filippelli são, outra vez, alvo da PF”. 
O sujeito é plural: Arruda, Agnelo e Filippelli. O verbo de ligação é plural: são. Portanto, o predicativo do sujeito deve ir para o plural: alvos. Estou certo?
Bernardo de Felippe Jr., Brasília

A língua tem mais razões do que a nossa razão imagina. A frase está correta. Trata-se do falso plural. Deixa-se no singular o substantivo abstrato que, depois de verbo de ligação (ser, estar, virar, ficar) caracterize genericamente o sujeito plural: Ex-governadores são alvo da PF. Atletas brasileiros são destaque na Copa. O sujeito e o predicado são parte da oração. Animais em extinção viraram objeto de desejo de colecionadores.

 

Leia também

  • Russo e ruço

    Com a Copa do Mundo, não dá outra. O país sede vira notícia. Este ano é a Rússia. Com ela, o adjetivo pátrio — russo. Escrita assim, com dois ss, a palavra diz que se refere à terra dos czares. Mas a danada tem uma homófona. É ruço. Ambas se pronunciam do mesmo jeitinho, mas o significado de uma e de outra não se conhece nem de elevador

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Peixes
20/02 até 20/03
Inicia hoje uma nova etapa na vida profissional dos...

Ver todos os signos

Publicidade