Blog do A Voz da Diocese

bispo aratiba.jpg

A caridade, rainha das virtudes sociais

Por A Voz da Diocese
Foto Divulgação

A caridade, rainha das virtudes sociais

Estimados diocesanos! A vida oferece a cada um de nós inúmeras oportunidades para fazermos o bem, através de pequenos gestos de caridade, que expressam amor e gratidão a Deus pela vida, por aquilo que somos, mas também pelas oportunidades que Ele nos oferece através da caridade de nos libertarmos do egoísmo que fecha os olhos do coração e nos impede de ver as necessidades e a dor dos outros.

Educar e conscientizar para a prática da caridade favoreceria o desenvolvimento de uma sociedade voltada para o cuidado da vida, da justiça e do bem comum. O Papa emérito Bento XVI, na carta encíclica “Caritas in Veritate”, sobre o desenvolvimento humano integral na caridade e na verdade, recorda que “A caridade supera a justiça, porque amar é dar, oferecer ao outro do que é ‘meu’; mas nunca existe sem justiça, que induz a dar ao outro o que é ‘dele’, o que lhe pertence em razão do seu ser e do seu agir. Não posso ‘dar’ ao outro do que é meu, sem antes lhe dar aquilo que lhe compete por justiça. Quem ama os outros com caridade é, antes de mais nada, justo para com eles. A justiça não só não é alheia à caridade, não só não é um caminho alternativo ou paralelo à caridade, mas é ‘inseparável da caridade’, é-lhe intrínseca. A justiça é o primeiro caminho da caridade...”

Na religiosidade do nosso povo, temos um ícone da devoção popular, Santo Antônio, de Pádua e de Lisboa, homem de Deus, frade do povo, que conhecia muito bem a Sagrada Escritura, soube falar da Palavra de Deus ao coração do povo, incluindo os doutos e nobres, para que se ocupassem do cuidado da vida dos pequenos e pobres através da caridade, simbolizada muitas vezes na partilha do pão, lembrando que no pão da Eucaristia, Cristo Jesus se oferece a todos e a todos enriquece com a sua graça e sua misericórdia.

Que a nossa devoção a Santo Antônio nos ajude a entrarmos no coração da história de sua vida, para podermos viver uma profunda comunhão com a Palavra de Deus, encarnada e comprometida com a vida, a justiça e a prática da caridade nos dias de hoje. Ela tem o poder de abrir os olhos do nosso coração para vermos a presença do Senhor Jesus que caminha conosco, mas também os famintos e necessitados do nosso contexto social que esperam de nós um gesto de amor através da caridade.

Tende todos um bom domingo.

+ Dom José Gislon - Bispo Diocesano de Erexim

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Gêmeos
21/05 até 20/06
O astral será favorável para entrar em...

Ver todos os signos

Publicidade