Blog do Lindanir F. Canelo

camisa-jeans-com-calça-colorida.jpg

Comprimento ideal para cada tipo de calça

Por Lindanir F. Canelo
Foto Divulgação

Hoje o assunto é bem interessante e muitas vezes nos causa dúvidas e podem comprometer todo o nosso look se não estiver no comprimento ideal. Vejamos os modelos e o comprimento ideal:

Skinny: esse modelo é sempre feito em jeans/sarja. É totalmente justo ao corpo, desde a coxa até o tornozelo. O comprimento ideal é longo, e geralmente fica levemente franzina quando chega no pé.

Cigarrete: esse modelo é similar ao modelo skinny mas pode ser feito de vários tipos de tecidos. É justa e afunila levemente em direção à barra (não é colada como a skinny), e seu comprimento ideal fica no ossinho do tornozelo.

Reta: a calça reta é uma das mais básicas. Tem um corte reto desde a cintura até o tornozelo. Por não ter variação no corte, é preciso tomar cuidado para que a cintura não fique sobrando, e o comprimento ideal deve ser cobrindo o peito do pé com o sapato (nem sobrando, nem curta).

Flare: é justa até o joelho e abre em direção ao pé, mas sem proporções exageradas. O comprimento ideal, que é: comprida para esconder o salto olhado por trás, e que seja possível ver a ponta do salto quando andar.

Boca de sino: essa é a “antiga flare” que foi sucesso nos anos 70. Se caracteriza por ter a boa extremamente larga a partir do joelho. Comprimento ideal é o mesmo da calça flare: rente ao chão com o sapato, nem arrastando, nem deixando o sapato à mostra.

Capri: esse modelo é justo até o joelho, e afunila até o final. Seu comprimento ideal fica do meio da panturrilha. Pode ser usada com barra dobrada ou não, para dar mais estilo e casar melhor com o sapato.

Cropped: este modelo voltou com tudo, seja mais social ou no estilo destroyed. Geralmente reto, e o comprimento ideal fica na parte superior da canela. Pode ser adaptada a partir de uma calça reta, ajustando apenas a barra.

Cargo: nos anos 90 esse tipo de calça era usada bem larga e com camisetas curtas. Com a tendência militar, esse modelo voltou às ruas de forma justa, com bolsos laterais e geralmente em tons de verde oliva ou caqui. O comprimento ideal fica na altura do ossinho da canela.

Boyfriend: essa calça pode ter o gancho curto ou alto, mas geralmente tem um corte largo e reto – o que dá a impressão que você realmente pegou a calça do namorado. É jeans, usada com a barra dobrada, comprimento acima da canela.

Clochard / cenoura: esse modelo é solto no quadril, e vai afunilando no comprimento. Geralmente feita de tecido, e com pregas abaixo do cós. O comprimento mais usado é desde a panturrilha até a altura da canela.

Pantalona: este modelo de calça tem cintura alta, é solta em todo o comprimento, podendo ter um corte reto ou ir alargando ainda mais em direção a barra. O comprimento ideal é o mesmo da calça flare.

Pantalona curta / pantacourt: este modelo que veio fortemente em 2016/2017 e segue firme em 2018 com os mesmos padrões da pantalona, mas tem o comprimento no meio da panturrilha.

Social e alfaiataria: esses modelos são usados em ocasiões formais ou como uniformes, e geralmente acompanham o terninho. O modelo social é reto e vincado, de tecido mais firme. Já as calças de alfaiataria podem ser de tecidos mais leves, e nem sempre são vincadas. Ambas devem ter seu comprimento cobrindo o peito do pé.

Mas não esqueça: o mais importante de tudo é escolher o tipo de calça que mais valorize o seu tipo de corpo e que você se sinta bem. No mais, use a imaginação, componha looks diferentes, reinvente a cor das peças e seja você mesma!

 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
Muitas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo e,...

Ver todos os signos

Publicidade