Blog do Gleison Wojciekowski

Chico Brasil

Chico Brasil, o virtuose da gaita-ponto nos Monarcas

Por Gleison Wojciekowski

A palavra virtuose, ou virtuoso designa o indivíduo com virtudes, habilidades, excelência, ou seja, é um individuo com uma habilidade fora do comum quando utilizado em relação a um instrumento musical, combinando a técnica e a teoria musical, e este me parece ser o caso do musico desta semana, Chico Brasil.

Francisco de Assis Brasil,o Chico Brasil, nascido em 8 de outubro de 1974, na cidade de Porto Alegre/RS, porém sua família e da região de Cachoeira do Sul e de Rio Pardo, e Chico herdou o talento e a paixão pela música de sua família.

Sua mãe Inah da Silva Brasil foi professora de piano Clássico, onde desde a mais terna infância Chico Brasil ouvia músicas Clássicas e outros gêneros através de sua mãe, enquanto seu pai fazia sapatos por encomenda, mas mantinha contato com a música gaúcha.

E foi através de sua mãe em especial, que Chico Brasil se tem seu impulso inicial á música, pois durante as aulas que sua mãe ministrava, o jovem Chico ficava escutando onde memorizava as melodias com facilidade.

Em 1986, quando tinha doze anos, ganhou seu primeiro instrumento musical (Acordeon Diatônico). No mesmo ano, iniciou aulas com professor Sadi Cardoso, em curto período de nove meses, sendo o aluno que mais rapidamente concluiu este curso.

 Incentivado pelos pais e amigos, iniciou participações em diversos rodeios e festivais, conquistando mais de 50 prêmios, sendo quase todos em primeiro lugar,destacando: 1°lugar FEGART(até 8 baixos);1°lugar(mais de 8 baixos);1°lugar Rodeio Internacional de Vacaria; e 1°lugar Rodeio Internacional de Passo Fundo.

Em 1992, iniciou aulas de teoria musical na escola da OSPA. Paralelamente, fazia participações em bailes de grupos musicais (Sangue Nativo e Os Tropeiritos), o que se revela em uma influência musical bastante ampla, pois além dos grandes nomes da gaita-ponto como Tio Bilia, Gilberto Monteiro e Renato Borguetti, Chico Brasil também teve acesso a música de grandes compositores da música de concerto.

Para a carreira de Chico Brasil, o primeiro lugar no Rodeio Internacional de Vacaria foi muito importante, não só pela premiação, mas também pelo fado de despertar atenção dos irmãos Correa, membros da comissão julgadora. Neste mesmo ano (1992), Gildinho e Chiquito convidam Chico Brasil a integrar o grupo Os Monarcas.

 Em 1997, gravou a obra individual intitulada “Recordando as Bailantas”, pela gravadora Warner Champpel. Como compositor, apresenta mais de 50 músicas gravadas. Recentemente a obra musical “Prosa dos Lenços” foi campeã do 23°Cariljo da Canção da Cidade de Palmeira das Missões. Letra de João Pantaleão e música de Chico Brasil e Luiz Lanfredi.

Atualmente além de integrar o grupos Os Monarcas faz parte de comissões julgadoras de concursos de Acordeon Diatônico e gravações com diversos artistas regionais como Mano Lima e Gaúcho da Fronteira, só para citar alguns.

Em 2010 recebeu o Prêmio Vítor Mateus Teixeira. Esta premiação é promovida pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul com o objetivo agraciar artistas que se destacaram no ano corrente.

Em abril de 2011 juntamente com o Deputado Gilmar Sossela, o empresário José Garcez e o Músico Renato Borguetti foi a Itália entregar uma placa ao presidente do Museo Internazionale della Fisarmonica (cidade de Castelfidardo), Vincenzo Canali. A placa fará parte do acervo do Museu e exibe, em italiano, a lei nº 13.513/2010, de autoria do parlamentar Gilmar Sossela, que torna a gaita instrumento símbolo do Rio Grande do Sul.

Leia também

  • O maestro Affonso Krüger

    O músico desta semana esta ligado fortemente as raízes da música erudita da região, e teve um papel fundamental na criação e desenvolvimento da mesma, este é violinista Affonso Krüger.

  • O maestro Elírio Ernestino Toldo

    O músico desta semana teve papel fundamental no encaminhamento de diversos músicos para estrarem na profissão, e seu espírito peculiar continua presente em diversos ensaios e reuniões com estes músicos que relembram os trejeitos do maestro Elírio Ernestino Toldo.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Câncer
21/06 até 21/07
O dia representa introspecção com a Lua em...

Ver todos os signos

Publicidade