Blog do Mônica Rossetti

Osteopatia das hérnias discais.jpg

Tratamento com osteopatia das hérnias discais

Por Mônica Rossetti

O disco intervertebral existe para amortecer impactos entre as vértebras da coluna. Assim, a dor causada pela hérnia discal pode variar em intensidade e localização, dependendo da localização e ruptura ou não do ânulo fibroso, que é a capa do disco. Entre os fatores causais estão má postura, retificação da curvaturas fisiológicas da coluna, excesso de carga em determinado nível da coluna por algum tempo da vida, sendentarismo/fraqueza muscular.

Os sintomas mais comuns são dor intensa na coluna com sensação de irradiação para um membro, formigamentos, amortecimentos, câimbras, perda de força ou travamentos, etc.

Cerca de 90% da hérnias melhoram efetivamente com o tratamento conservador (COX,2002) sem cirurgias, sendo que apenas 10% necessitam de procedimento cirúrgico. Esses dados são amparados por novos estudos.

Entre os tratamentos que mais tem sido utilizados e demonstrado grandes resultados, principalmente em hérnias foraminais (que são cerca de 80% delas), está a Osteopatia. É um tratamento que trabalha as hipomobilidades dos segmentos que geraram a hérnia, retirando bloqueios e aliviando a inflamação, edema e facilitando o processo de reabsorção do disco. O tratamento depende muito da gravidade e localização da hérnia, mas geralmente o paciente refere alívio da dor nas primeiras sessões. Além disso, é orientado a cada paciente o que lhe cabe para cada fase de sua hérnia, com exercícios direcionados, fortalecimentos alongamentos para fase pós inflamação, repouso na fase aguda, assim por diante.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Touro
21/04 até 20/05
A Lua nova ocorre no setor doméstico e familiar dos...

Ver todos os signos

Publicidade