Publicidade

Blog de Dad Squarisi

Dad Squarisi

Dad Squarisi fez curso de letras na UnB. Tem especialização em linguística e mestrado em teoria da literatura. É editora de Opinião do Correio Braziliense e comentarista da TV Brasília.

  • Na boca do povo

    Por Dad Squarisi
    Foto Divulgação

    Recado

    “Quando morrem, os escritores se transformam em seus livros. O que, pensando bem, não deixa de ser uma forma interessante de reencarnação.”

    Jorge Luis Borges

     

    Quem diria! Câncer, há pouco, figurava no rol das palavras mágicas. A simples referência à enfermidade seria capaz de atrair o mal. Daí por que as pessoas recorriam a subterfúgios. Falavam em C.A., doença ruim, aquela doença, etc. e tal. Agora a história muda de enredo.

    Graças à informação, o vocábulo circula com a desenvoltura de quem anda pra frente. O Correio Braziliense vai promover debate sobre o assunto. Deu-lhe manchete: “Holofotes sobre o câncer”. Pintou, então, uma curiosidade na cabeça dos leitores: qual a origem da dissílaba que é a segunda causa de mortes no Brasil?

    Origem

    Por que câncer se chama câncer? Câncer chegou ao português via latim (cancer). Mas a palavra tem outra origem. O vocábulo nasceu grego. Na língua de Aristóteles e Platão, era karkinos. A trissílaba quer dizer caranguejo. O que a doença tem a ver com o crustáceo? A aparência: o desenho das veias da região afetada pela doença lembra … caranguejo.

    Zodíaco

    Você já deu uma olhadinha no céu à noite? Então viu o zodíaco. É uma faixa em que o sol parece mudar de lugar. Ali há 12 constelações. Sete têm nome de animais. Uma delas é Câncer. A história do grupo de estrelas tem tudo a ver com a mitologia grega. E, também, com os nascidos entre 21 de junho e 21 de julho.

    Deusa e herói

    Hércules enfrentou a Hidra de Lerna. Pra vencer o dragão com nove cabeças de serpente, tinha de cortar todas elas. Como? Mal decepava uma, a danada renascia. Ele, então, queimou com uma tocha os pescoços cortados. Oba! A deusa Hera, inimiga do valentão, mandou um caranguejo mordê-lo. O herói o esmagou. Hera recolheu os pedaços espalhados pelo chão. Com eles, formou a constelação de Câncer, que quer dizer caranguejo.

    Acento

    Por que câncer tem acento? Pela mesma razão que revólver, cadáver, caráter, Tânger. São paroxítonas terminadas em er.

    Lembrete

    Para manter a memória esperta, lembre-se de pormenor pra lá de importante. As paroxítonas se opõem às oxítonas. O que acontece com umas não acontece com as outras. Se as paroxítonas terminadas em er são acentuadas, as oxítonas não são. Compare:

    zíper — bater

    líder — lazer

    éter — ater

    suéter — sequer

    pulôver — Xavier

     

    Leitor pergunta

    Sei que a reforma ortográfica matou e enterrou o trema. Uma pena. Achava-o um charme só. Mas... agora pintou a dúvida. Como pronunciar a palavra quinquenal?

    Saulo Silva, BH

    Na dúvida, a alternativa é consultar o dicionário. Ele diz que os dois uu se pronunciam. É como se estivesse escrito à moda antiga — qüinqüenal.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Virgem
23/08 até 22/09
O dia representa preocupações com as...

Ver todos os signos

Publicidade