Euro R$ 3,74 Dólar R$ 3,17

Publicidade

Blog de Grupo Jupem

Cultura

Grupo Jupem

O Grupo Jupem é um dos mais antigos grupos folclóricos de Erechim. São erechinenses, descendentes de poloneses ou não, que encontram no grupo um ambiente pronto para desenvolver as habilidades e talentos.

  • Jupenianos comemoram o Dia das Crianças

    Por Grupo Jupem
    Foto Foto Kozak

    Jupenianos comemoram o Dia das Crianças

    Os pais dos dançarinos organizam uma programação diferente para as crianças do Jupem, neste domingo (15) elas irão até a sede do Grupo (S.I.R Rui Barbosa) para uma confraternização. Foi preparado cachorro-quente e quem comparecer também pode levar pratos ou doces para dividir entre os presentes.

    O momento foi pensado para que os pequenos possam se divertir e comemorar o Dia das Crianças mais uma vez. Encontrar os amiguinhos no lugar onde estão acostumados, para compartilhar brincadeiras e doces será muito divertido.

    Os pais dos dançarinos deixam o convite para que todos compareçam.

     

    Ensaio geral para apresentação

    Após a confraternização de Dia das Crianças os Elencos Adulto e Juvenil farão o segundo Ensaio Geral para uma apresentação. Previsto para começar às 17h30min, o ensaio será realizado com os dançarinos que irão se apresentar em Passo Fundo, no dia 21 de outubro. O Jupem prepara um espetáculo de uma hora e meia com danças de várias regiões da Polônia, os dois elencos irão intercalar o repertório para deixar a noite do público mais animada.

     

    O prazer de ser reconhecido

    Estar num palco e mostrar o esforço de horas de ensaios para um público é muito gratificante. Só quem esteve nele sabe como é sentir esta emoção e, após ser aplaudido pela plateia, ao terminar a apresentação, sempre da aquela vontade de voltar a ele e começar tudo novamente, vários jupenianos comentam isto.

    Conto agora um relato vivido por mim, Vinícius, assinante desta coluna. Numa tarde eu estava andando pelo centro de Erechim e reparei que um senhor vinha na contramão, na calçada onde eu andava, ele começou a sorrir e a andar em minha direção. Achei um pouco estranho, pois não o conhecia, porém sua fisionomia era familiar. Ao estar próximo de mim, ele estendeu sua mão direita para me cumprimentar e perguntou: - Você se apresentou com o Jupem, não é? – Respondi que sim. – Então devo cumprimenta-lo, pelo belíssimo espetáculo, meus parabéns! – Completou o homem, após seguiu seu caminho.

    Isto me deixou muito pensativo e feliz. Fiquei me perguntando como ele tinha me reconhecido? Bom, se reconheceu e parabenizou foi porque gostou mesmo. Estes simples atos, de cumprimentar e parabenizar foram muito gratificantes, foi uma pena a gente não ter conversado mais e eu não ter perguntado seu nome. Foi tão rápido que eunão tive reação. Porém irei lembrar-me disso por durante toda minha caminhada artística.

     

     

     

     

Publicidade

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Touro
21/04 até 20/05
A Lua nova ocorre no setor doméstico e familiar dos...

Ver todos os signos

Publicidade