Publicidade

Blog de Rodrigo Finardi

  • Início das obras do novo Santa nas mãos dos deputados e a prefeitura de Erechim com 111 CCs

    Por Rodrigo Finardi
    Foto Divulgação

    Início das obras do novo Santa nas mãos dos deputados

    Em reunião na secretaria estadual de Saúde em Porto Alegre, na tarde de ontem (19), várias regiões representadas para defender seus projetos para serem incluídas como emendas de bancada. A reunião serviu para todos tentarem construir para ninguém ficar sem receber nada no próximo ano.  

    Erechim esteve representada pelo prefeito Luiz Schmidt, o secretário de Saúde Jackson Arpini e o diretor executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha Hélio Bianchi. Participaram ainda representantes de praticamente todos hospitais do RS que passam dificuldades para se manterem em funcionamento em função da crise.

    Dos R$ 169 milhões que tem direito a bancada gaúcha, a metade tem que ser investida em saúde e é esse valor que deve ser dividido entre os hospitais que estão pleiteando recursos.

    E nessa divisão entra a Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim, para tentar iniciar as obras em 2019. Mas isso está nas mãos dos deputados federais em votação da bancada gaúcha que acontece no dia 30 de outubro em Brasília. E para isso, representantes de Erechim estarão presentes para novamente defender a proposta.

     

    Prefeitura de Erechim com 111 CCs

    Acompanho desde o início da gestão de Luiz Schmidt e Marcos Lando em Erechim, as nomeações dos cargos, quer seja CCs (cargos em comissão) e FGs (funções gratificadas). Isso em função de uma promessa de campanha onde se comprometeram em reduzir 50% dos cargos em comissão com relação a gestão passada.

    Tarefa nada fácil em função dos interesses dos partidos da coligação que sempre querem mais e mais espaço. Atualmente são 111 cargos em comissão (CCs), mais de 50% comparado com a antiga administração. E nessa conta atual, não inclui os 10 agentes políticos (prefeito, vice e secretários) que na gestão contava com CCs. Desta forma se chega a 121 cargos.  

     

    Os gastos com diárias

    A prefeitura de Erechim até ontem (19) gastou em 2018, quase R$ 168 mil em diárias. Já a Câmara de Vereadores, no mesmo período consumiu em torno de R$ 43,5 mil em diárias. Pelo orçamento dos dois, e o número de servidores, é possível duas leituras: ou a prefeitura está gastando pouco ou o Legislativo muito (mesmo que tenha reduzido em relação a legislatura passada).   

     

    Turno único

    No ano passado a prefeitura de Erechim fez uma consulta popular pela internet para saber se a população era favorável ou não ao turno único que funcionou até 31 de dezembro de 2016.  No último final de semana da votação uma denúncia levou à prefeitura cancelar a consulta, por possível irregularidade, já que tinham muitos votos no mesmo computador, além de pessoas que tentaram votar e pelo número de seus documentos já tinha votado. Foi encaminhado para a Policia Civil para investigação. Ainda não se tem, pelo menos publicamente, uma resposta do que aconteceu.

     

    A soma das três regiões

    Na edição de ontem (19) publiquei a votação das irmãs Liziane e Franciane Bayer, eleitas respectivamente para deputado federal e estadual. Esqueci de fazer a soma das três regiões que são ligadas ao escritório de Erechim das candidatas, comandada pelo assessor parlamentar Natalino Sarapio. No Alto Uruguai, na Região da Produção e no Planalto Médio, Liziane fez 4.244 votos e Franciane 3.774 votos.

     

    Quer concorrer a prefeito em Erechim

    O prefeito de Paulo Bento, Pedro Lorenzi, está em seu quarto mandato. Em 2020 não poderá concorrer à reeleição. Ele que já foi vereador em Erechim, quando Paulo Bento era distrito daqui, reforça o que disse no ano passado. Quer concorrer à prefeitura, desta vem em Erechim.

     

    O projeto da Transbrasiliana

    A visita da delegação da AMAU no Ministério dos Transportes em Brasília, para tratar sobre o projeto da Transbrasiliana (BR 153 que liga Erechim à Passo Fundo) causou boa impressão. Essa é a constatação do presidente da AMAU e prefeito de Ponte Preta Ademir Sakrezenski (MDB): “As coisas estão andando dentro do prazo. Tudo que foi tratado anteriormente está acontecendo. Em novembro será lançado o edital para elaboração do projeto que deve ser realizado em 2019. Temos que continuar lutando para garantir o início das obras em 2020”, salienta Ademir.  

     

    eSocial e Saúde Ocupacional

    No próximo dia 23, a Unimed Erechim traz à Erechim, o professor Arthur Moreira que é pós-graduando em gestão integrada eSocial, tecnólogo de segurança e saúde no trabalho, pós-graduando em segurança do trabalho e meio ambiente, entre outros, que o torna profissional referência em sua área de atuação.

    Serão dois eventos para público distinto no Centro de Qualidade de Vida Unimed. O primeiro às 8 horas para empresários e gestores com o tema “Saúde Ocupacional, o que há de novo no eSocial. Já a noite, a partir das 19h30min será abordado “Saúde Ocupacional, eSocial para você empregador”.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Áries
21/03 até 20/04
Preste atenção ao seu sexto sentido e...

Ver todos os signos

Publicidade