Publicidade

Blog de Rodrigo Finardi

  • O custo da água em Erechim é alto em relação a outros municípios

    Por Rodrigo Finardi
    Foto gesae.com.br

    O presidente da Câmara de Vereadores de Erechim, Rafael Ayub, disse que precisamos cautela na renovação com a Corsan. Segundo ele, o problema não é a companhia prestar o serviço em Erechim (está em negociação com o Executivo). A questão é que a tarifa da Corsan é um a das mais caras do Brasil: “negociar direto com a Corsan não fará diminuir a tarifa. E como eu sou pela livre concorrência a licitação possibilitaria investimentos e redução de tarifas. Visto que as tarifas da Corsan são as mais caras do Brasil E isso é fácil de acompanhar pelo site www.gesae.org.br . As tarifas são caras e temos uma perda muito grande, mas não é a maior do Estado”, salienta.  

    E nesse site é possível comparar preços em todas as regiões do país e municípios, privada ou pública.

    As negociações entre a Corsan e o Executivo seguem. A última informação e que já foi publicada nesse espaço é que a companhia ofereceu R$ 30 milhões ao município a título de compensação por obras que não foram feitas ao longo do tempo.

    A licitação em Erechim foi suspensa após pedido da Corsan junto ao Tribunal de Contas do Estado.  

     

    As eleições ganham às ruas

    Na edição de sábado (18), escrevi que nãos se sentia o clima de eleição nas ruas. Porém, no final de semana, já foi possível ver vários movimentos pela cidade. Inauguração de comitês eleitorais, cabos eleitorais com bandeiras pelas ruas centrais de Erechim, santinhos (não muitos) já chegando nas caixas de correios das casas. A partir de agora começa a se intensificar, até porque a campanha é curta.  

     

    Havan e Executivo continuam conversando

    Em recente feira em São Paulo – Exposhopping 2018 -, onde o município de Erechim montou o stand, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Altemir Barp recebeu a visita de Nilton Hang que é o diretor varejista da Havan.

    Entre tantos assuntos, falaram mais uma vez da possiblidade da empresa catarinense instalar uma filial em Erechim. É aguardada a presença dos diretores em breve em Erechim para tentar avançar nas negociações, que começou há vários meses. Nesse meio tempo a Havan começou a obra de uma filial em Passo Fundo.   

     

    A “guerra” da cerveja

    Esse fim de semana foi interessante para os clientes dos principais supermercados de Erechim. Voltou a promoção de hora em hora. E essa disputa, ganhou as redes sociais, com comentários dos mais variados. A guerra da “cerveja”, cada um baixando um pouco, chegou o momento que um anunciou que cobriria qualquer preço da concorrência.

    A população espera que essa “guerra” no bom sentido se estenda a produtos básicos. Na concorrência ganha sempre o consumidor.

     

    Quem será o sucessor de Schmidt?

    Estava num determinado lugar nesse fim de semana, em umas oito pessoas e me perguntaram quem será o sucessor de Luiz Francisco Schmidt (PSDB), prefeito de Erechim, já que ele repetiu várias vezes que não irá concorrer à reeleição. Respondi que não tenho nem ideia, mas que em condições normais deve apoiar seu vice Marcos Lando (PDT). É cedo para se falar, mas as discussões sempre começam bem antes e as especulações também.

     

    Necessidade de melhorias

    Todo dia pessoas ligam, ou te param na rua, ou via redes sociais relatando a necessidade de melhorias nos mais diversos setores de competência do Executivo.  As últimas foram a colocação de um semáforo entre a Rua Alemanha e Passo Fundo; arrumar um trecho de uns 400 metros na Rua Fioravante Tagliari (entre o Colosso da Lagoa e o Ministério do Trabalho) que está em péssimas condições. E outra a falta de iluminação na Praça Prefeito Jayme Lago. Essa será contemplada com o projeto de remodelação que está sendo desenvolvido pela prefeitura.

     

    Reunião tensa no Legislativo

    Ontem à tarde (20) teve sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Erechim. E em determinados momentos foi tensa. Num dos projetos, muita negociação para que fosse aprovado. O projeto do executivo é sobre o Sistema Único de Assistência Social do município.

     

    As sobras do ano

    O que alguns vereadores pensam em fazer com as sobras do orçamento do Legislativo desse ano de 2018, talvez não aconteça. Existe um movimento interno onde o valor que deixar de ser gasto será divido entre os vereadores que irão indicar onde serão investidos. O objetivo é cada um relacionar qual órgão ou entidade pretende ajudar.

     

     

     

     

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
O dia representa envolvimento num projeto de trabalho com a...

Ver todos os signos

Publicidade