Publicidade

Blog de Igor Dalla Rosa Muller

  • Mês derradeiro para AD Alto Uruguai

    Por Igor Dalla Rosa Muller

    Predebon ressalta que entre os objetivos da AD Alto Uruguai está a captação de recursos estaduais e federais. “Fazer projetos e buscar dinheiro para a região”, salienta. E, acrescenta, “isso é possível contanto que nós tenhamos pessoas para trabalhar”.

    ---------------------

    Sim, infelizmente é isso mesmo. Junho é o mês derradeiro para Agência de Desenvolvimento do Alto Uruguai (AD Alto Uruguai). Ou vai ou racha. Essa é a realidade e o atual momento em que vive a entidade de fomento econômico e social da região. Não precisava ser assim, mas é desse jeito que é.

    No entanto, a AD ainda não entregou os pontos e ainda luta para reverter a situação. Já passou da prorrogação, está nos 55 minutos do segundo tempo e tem forças para brigar pelo resultado positivo.

    Acredito eu, que sua persistência está calcada na percepção clara, objetiva e certa do seu atual presidente Eduardo Predebon de que a agência pode dar muito mais frutos do que já deu. Que pode contribuir e auxiliar no desenvolvimento do Alto Uruguai. Ser o plus a mais, desculpe a redundância caro leitor.

    E isso é contagiante. É isso o que mais precisamos, de pessoas que acreditem e lutem pela região, por esse “espírito público” que reivindica a ação conjunta o trabalho coletivo e a cumplicidade de ideias e ações, por um denominador comum no desenvolvimento regional.

    Em última análise o que a região mais precisa para se desenvolver? Dinheiro! Então, é ou não importante ter uma agência que elabore projetos e busque recursos estaduais e federais? Sim ou não? Essa matemática me parece clara.

    Se cada município da região der R$ 1 mil já teríamos aí R$32 mil para compor uma equipe com quatro pessoas. Será suficiente? No entanto, cabe uma observação, a maior cidade da região que é Erechim tem que contribuir com no mínimo R$ 10 mil, senão mais. 

    Por quê? Simples, Erechim é referência, tem maior potencial econômico e tudo converge para ela.  Sem a integração do Alto Uruguai Erechim está isolada e estagnada, não tem como pensar em crescer e se desenvolver. Quanto mais forte for a região maior será Erechim.

      

  • Festa Di Bacco é também desfile

    A comercialização da uva será realizada na Feira do Produtor e inicia no próximo domingo (14) das 14h às 19h

  • Juros elevados e caos na saúde

    “A nossa situação é caótica”, é a avaliação de Hélio Bianchi, diretor do hospital Santa Terezinha

  • Sim a Agência

    A região tem novamente a possibilidade de voltar a crescer, e como sempre fez, por força e obra de seus trabalhadores e empresários, empreendendo.

  • Política: difícil, mas vital

    Até mesmo uma pessoa bem informada tem dificuldade de decidir quando o assunto é política

  • Pobreza não: miséria total

    Pesquisa revela que 25,4% da população vive na linha de pobreza e têm renda familiar equivalente a R$ 387,07. A conclusão é simples: o Brasil é um país absurdamente desigual e a desigualdade gritante se dá em todos os níveis

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Escorpião
23/10 até 21/11
É no setor de carreira que temos hoje a fase lunar...

Ver todos os signos

Publicidade