Euro R$ 3,63 Dólar R$ 3,15

Publicidade

Estado

Confirmada venda da unidade da Cesa de Erechim

Por Redação
Foto Arquivo BD

Com três editais já lançados e outros três previstos ainda para este semestre, a Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) abriu a temporada de vendas das unidades do Rio Grande do Sul. Conforme explica o presidente interino da Cesa, Cláudio Cava, a venda das unidades é fundamentada a partir de um acordo firmado entre a Companhia e o Sindicato de Armazenagem do Rio Grande do Sul. “O acordo, mediado pelo Juízo de Conciliação da 4ª Vara, de Porto Alegre, permitiu a liberação de venda imediata de 11 unidades da Cesa que estavam penhoradas em razão dos processos trabalhistas. Com essa decisão, o valor total a ser pago a cerca de 270 funcionários da companhia foi estabelecido em R$ 118 milhões e será quitado em 72 parcelas. Os procedimentos para viabilizar as vendas fazem parte do Plano de Modernização do Estado”, declarou.

Edital de licitação

Segundo Claúdio Cava, a unidade de Erechim, juntamente com Bagé, São Gabriel, Cachoeira do Sul e Palmeiras das Missões devem estar disponíveis para a venda prevista para o segundo semestre de 2017. “Neste primeiro momento já são três editais de licitação. A unidade de Júlio de Castilhos, que já foi comprada pela Cooperativa Agropecuária de Júlio de Castilhos (Cotrijuc) em um negócio fechado por R$ 6,78 milhões, Santa Rosa que teve a licitação frustrada na terça-feira (18) por falta de comprador e Nova Prata no dia 24 de abril”, explicou.

Cava declara que ainda em abril, será iniciado o processo de licitação para venda das unidades de Santa Bárbara do Sul, Passo Fundo e Cruz Alta, com expectativa de que elas sejam arrematadas em maio. Todo o montante de R$ 54 milhões a ser obtido com a transação dessas seis primeiras estruturas da Cesa será destinado ao pagamento dos débitos trabalhistas.

Os editais de licitação para Erechim, juntamente com Bagé, São Gabriel, Cachoeira do Sul e Palmeiras, devem ser lançados no segundo semestre e os valores ainda não foram divulgados. “Do valor total alcançado com a venda destas cinco, 60% irão para o cumprimento do acordo trabalhista, 30% para custeio e investimentos nas unidades que ainda estiverem em atividade e 10% ficarão de reserva para despesas trabalhistas futuras”, concluiu o presidente interino.

A Cesa possui 18 unidades ativas, incluindo a de Erechim com capacidade de 22,5 mil toneladas de grãos. Em Caxias do Sul, Nova Prata, Santa Bárbara do Sul, Passo Fundo e Estação, as estruturas estão desativadas.

 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas