Euro R$ 3,89 Dólar R$ 3,31

Publicidade

Política

Vereador solicita informações ao Executivo

Por Assessoria de imprensa
Foto Divulgação - assessoria de imprensa

Proposição do vereador Claudemir de Araújo (PTB), solicita a municipalidade, que seja enviado, nominalmente, informações relacionadas à pasta de saúde do município.

Entre os pedidos, a relação nominal de todos prestadores de serviços de saúde, conveniados com a secretaria de saúde, convênios médicos, laboratórios, diagnósticos, hospitalares.

A relação de empresas, hospitais, médicos conveniados, prestadores de serviços conveniados, em consultas, exames, e nas áreas de oftalmologia, cardiologia, urologia, neurologia, dermatologia, número de consultas por especialidade e valor individualizado conveniado.

Quais urologistas que estão ou já foram conveniados nos últimos 40 meses para atendimento SUS, ver quantidade de consultas liberadas. Cópia de cada convênio, de cada médico, caso tenha ocorrido.

Quantos procedimentos cirúrgicos de Urologia via SUS, foram realizados nos últimos 40 messes, incluindo de próstatas, cálculos renais, vasectomias, Médicos atendentes e local da realização dos referidos atendimentos.

Que serviços de saúde, são realizados pelo Hospital Santa Mônica, responsável medico, cópia dos convênios, custo de cada serviço, se houver. Nominar a instituição ou empresa que atende Traumato-Ortopedia. Faturamento mês a mês do ano 2016, e de janeiro de 2017 até a ultima semana de abril de 2017, mês a mês, autorizados pela secretaria, central de marcação, e ou SISREG.

Quais profissionais médicos do quadro do Hospital Santa Mônica prestam atendimento pelo SUS, através de convenio, a relação de profissionais que prestam atendimento SUS na área de ginecologia e obstetrícia, local de lotação, carga horaria.

Relação dos profissionais cujos contratos de prestação de serviços venceram em janeiro, fevereiro, março e abril de 2017, com as respectivas datas do termino de seus contratos e a relação nominal dos pacientes que foram submetidos a cirurgias na especialidade urologia, nome dos profissionais médicos executores das cirurgias.

Parlamentar ressalta que é preciso diluir dúvidas e comentários, “o presente pedido tem por objetivo deixar a sociedade, os usuários do SUS, abrigados por lei, livres de qualquer tipo de cobranças, fatos corriqueiros em conversas correntes, sem que se consiga provar. Passando por isto, por boatos”, finaliza. 

Leia também

  • Oposição segue no comando do Legislativo

    Rafael Ayub do PMDB deve ser o novo presidente da Câmara de Vereadores de Erechim

  • Amau realiza assembleia de prestação de contas

    Presidente do Tribunal de Contas participou da atividade em Erechim

  • Lançada frente parlamentar sobre o câncer na mulher

    Com a proposta de ser um fórum permanente de debates, especificamente, para tratar questões do câncer de mama e do câncer do colo de útero no Estado do Rio Grande do Sul, foi lançada na terça-feira (12), a frente parlamentar sobre o câncer na mulher na Assembleia Legislativa, presidida pela deputada estadual Liziane Bayer (PSB). A cerimônia de instalação da frente, que tem na vice-presidência o deputado Edu Oliveira (PSD), na ocasião representado por sua assessora Carla Slongo, ocorreu no salão Júlio de Castilhos reunindo representantes de entidades como a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e o Instituto da Mama RS (Imama), e apoiadoras da causa. Em nome da Femama e do Imama/RS, a presidente das entidades, Maira Caleffi, ressaltou que a estrutura contribuirá para que um grupo de deputados dedique sua atenção para o câncer da mulher, buscando sanar dificuldades que comprometam agilidade e qualidade do diagnóstico e tratamento da doença. Também foram presenças a vice-presidente do Imama, Beatriz Moser, a gestora de marketing Samsara Nyaya Nunes e as voluntárias da instituição. A representante da Secretaria Estadual da Saúde, Nadiane Lemos disse que o trabalho da frente, a partir do levantamento de dados a ser feito, fortalecerá o serviço do Estado na melhoria e qualificação do atendimento. A presidente da frente, deputada Liziane Bayer - autora da Lei Outubro Rosa RS - destacou a alegria de poder oportunizar o canal de discussão para o tema ao encontro do que se propõe o Legislativo gaúcho enquanto casa dos grandes debates.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas