Euro R$ 3,65 Dólar R$ 3,27

Publicidade

Mundo

Putin pede unidade internacional para repelir ameaças como o terrorismo

Por Agência Brasil
Foto Alexei Nikolsky/Agência Lusa

O presidente russo, Vladimir Putin, apelou nesta terça-feira (9) à unidade internacional para lutar contra ameaças como o terrorismo e disse que a Rússia está disposta a cooperar nessa tarefa, em seu discurso durante o desfile do Dia da Vitória contra os nazistas. A informação é da Agência EFE.

"Para uma luta efetiva contra o terrorismo, o extremismo, o neonazismo e outras ameaças, é necessária a unidade de toda a comunidade internacional. Nós estamos abertos a essa cooperação", afirmou Putin na emblemática Praça Vermelha de Moscou.

O líder do Kremlin explicou que as Forças Armadas da Rússia estão preparadas para repelir qualquer ameaça, da mesma forma que fizeram durante a 2ª Guerra Mundial contra a Alemanha nazista, e que "nenhuma força poderá dominar" o povo russo.

Perante os mais de 10 mil militares em formação antes de começar a desfilar, Putin prestou homenagem aos veteranos da 2ª Guerra Mundial, conhecida na Rússia como a Grande Guerra Pátria, ao completar o 72° aniversário da derrota do nazismo.

O presidente russo lembrou "o sacrifício" dos soldados soviéticos durante aquela disputa, que causou 26 milhões de mortes em todos os povos da antiga URSS, e disse que as lições da guerra obrigam a estar alerta.

O Dia da Vitória contra os nazistas, que é celebrado todo dia 9 de maio, é uma das principais festividades na Rússia, e nela o país mostra seu poder militar.

O Ministério de Defesa anunciou no início do desfile que foi suspensa a exibição das Forças Aéreas devidas às desfavoráveis condições meteorológicas. Desde ontem à noite aviões militares trabalham disparando compostos químicos às nuvens sobre Moscou para dissolvê-las e melhorar o mau tempo.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas