Euro R$ 3,74 Dólar R$ 3,12

Publicidade

Esportes

Rally Erechim promete mais um grande espetáculo dentro e fora das pistas

Por Assessoria de imprensa
Foto Divulgação - assessoria de imprensa

Carros de última geração, que disputam categorias do Mundial de Rali, mais de 75 inscritos para largara na corrida, um público apaixonado pelo rali de velocidade, ingredientes que devem transformar mais uma vez a edição do Erechim Rally Brasil em um verdadeiro espetáculo dentro e fora das pistas.

O evento está cada vez mais “maduro”, chega a sua 20ª edição em 2017. Leva para dentro das pistas representantes da Bolívia, Paraguai, Uruguai, Argentina, e claro, brasileiros. Lota hotéis, transforma a rotina de restaurantes e de outros pontos gastronômicos, traz turistas de diversas partes, como caravanas do Paraguai e de Santa Cruz do Sul, interior gaúcho.

A corrida é uma parte da grandiosidade que se transformou o maior e mais importante rali de velocidade do Brasil. E a partir desta sexta, a história de 20 anos, se refaz. A programação em alta velocidade começa cedo, 7h, com a largada do treino livre (shakedown) para os carros de tração 4x4. Em seguida, 9h, tem o treino oficial, ou Qualifying Stage, que vai definir a ordem de largada dos primeiros carros 4x4. A manhã ainda tem treinos livres para as categorias de tração 4x2.

E a noite, a partir das 19h, largada da primeira especial, o super-prime noturno, na pista do Parque da Accie. A corrida segue em outras 13 especiais no sábado e domingo, pelo interior dos municípios de Erechim, Paulo Bento e Barão de Cotegipe, dando a tonica de um evento que transcendo a fronteira de Erechim e já abrange a região Alto Uruguai.

Nesta quinta, os competidores realizaram o reconhecimento das especiais e também participaram de um ato promocional, uma carreata que passou pela principal avenida (Sete de Setembro) e chegou ao “coração da cidade”, a Praça da Bandeira, onde os fãs puderam ter o primeiro contato com seus ídolos, um momento de magia e emoção para ambos.

Os ingressos para acesso aos super-primes desta sexta e do sábado, terá valor único, de R$ 10,00.

O vice-presidente do Erechim Auto Esporte Clube, Ibrahiam Mansur Ibrahim destaca que o grid passou da expectativa inicial da organização. “Temos um grid maravilhoso, que foi além da nossa expectativa. Isso só aumenta a nossa responsabilidade em trabalhar para fazer um grande evento, e estamos trabalhando justamente para isso”, destaca.

O Rally Erechim termina no domingo, com a disputa de cinco especiais pela parte da manhã, sendo que a última será realizada novamente na pista do Parque da Accie. A entrega da premiação aos vencedores será realizada no início da tarde, no mesmo local.

  

Rally Erechim mantém compensação de gases do efeito estufa

Plantio de mudas é feito para compensar atividade gerada pela maior prova de rali de velocidade do Brasil

Na manhã desta quinta, 18, início do Rally Erechim, foram plantadas simbolicamente 20 mudas de árvores nativas em alusão à 20ª edição da prova. Outras 200 mudas nativas serão plantadas na próxima semana no mesmo local, uma área de Preservação Permanente, às margens do Rio Suzana, interior de Erechim. Este é um dos rios mais importantes da região do Alto Uruguai, a sua bacia abastece muitos produtores rurais e também é fonte de captação de duas cidades do Alto Uruguai: Gaurama e Viadutos.

Este plantio inicial de 200 mudas será feito para compensar as emissões diretas de gases de efeito estufa do evento. Esta ação é apoiada pela empresa erechinense Marcolin, que é uma grande parceira nesta ação. A empresa possui em sua política conceitos fortes de sustentabilidade e também trabalha há anos com a compensação de emissão de CO².

Depois do evento e após os cálculos da equipe da FAU – Agricultura e Meio Ambiente, responsável pelo inventário de Emissões, aproximadamente 300 mudas nativas serão doadas com o apoio da prefeitura municipal de Erechim a produtores rurais que residem próximo aos locais das provas.

Participaram do plantio, dirigentes do Rally, Flavio Remor, Ibrahim Mansur Ibrahim e Claudio Pagliosa, o diretor da Marcolin, André Marcolin, além dos competidores, Carminatti, Marco Marini, Ricardo Oro, Luis Felipe Trentin, Milton e André Pagliosa, Juliano e Rafael Sartori.

“O projeto Rally Carbono Zero demonstra uma atitude responsável que contribui com a diminuição e a compensação das emissões de gases causadores de Efeito Estufa, principal fator intensificador do aquecimento global”, destaca o Especialista em Gestão Ambiental e diretor da Florestal Alto Uruguai. Thomaz Tomazoni.

De acordo com ele, pelo plantio das árvores o evento é certificado como “Amigo da Floresta”, pelo Instituto Brasileiro de Florestas – IBF. “Além disso, o Rally ganha valor e credibilidade por meio da simpatia e fidelidade de seus participantes por estar incentivando o desenvolvimento sustentável”, completa.

  

Público deve seguir orientações de segurança ao assistir o Rally de Erechim

Trabalho do Comitê reúne quase 300 pessoas visando a segurança de competidores e torcedores durante o final de semana

Do rádio de comunicação à direção: o Comitê de Segurança do Erechim Rally Brasil procura alinhar todos os detalhes deste setor para que competidores e público possam desfrutar de um evento com mais tranquilidade e segurança.

O diretor de prova do Rally Erechim, Adilson Stankievicz, lembra que são quase 300 pessoas envolvidas de forma direta na organização e execução das ações do Comitê de Segurança ao longo da corrida, que acontece neste final de semana, com a programação iniciando nesta quinta-feira, dia 18, e a prova com especiais a partir da sexta (super-prime noturno), até o domingo, dia 21, em estradas de terra no interior dos municípios de Erechim, Barão de Cotegipe e Paulo Bento.

Vários órgãos de segurança de Erechim e da região atuam no Comitê, entre eles a Brigada Militar. O comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Eliel de Souza destaca que a participação do órgão se dará com o emprego do efetivo desde a quinta-feira, por ocasião da volta que os competidores irão realizar subindo a avenida Sete de Setembro, com concentração na Praça da Bandeira; na sexta-feira no Super-prime noturno; no sábado no Super Prime diurno, bem como será empregado efetivo nos locais de grande concentração de público ao longo das três especiais, no sábado e domingo, fechando a participação na premiação no parque a ACCIE.

As ações serão desenvolvidas de forma ostensiva com o emprego de viatura e policiais fardados com o objetivo principal de garantir a ordem e a tranquilidade, tanto para o público assistente, quanto para os competidores, através da presença física do policial espera-se coibir alguns fatos contrários à legislação, desta forma garantindo a percepção de segurança aos envolvidos no evento", explica o comandante.

"Baseado nas edições anteriores percebe-se que a presença da Brigada Militar é de suma importância, tanto na organização, quanto na execução das atividades inerentes ao quesito segurança, pois, há alguns locais que a concentração de público ocorre no dia anterior às provas (acampados), nesses locais ocorre grande consumo de bebidas alcoólicas. Diante disso, nesses pontos requer uma atuação mais eficaz e algumas vezes repressiva, para conter o público e conscientizar alguns, que se faz necessário respeitar os limites pré-estabelecidos dos locais onde é permitida ou proibida a presença de público", destaca o comandante, Eliel de Souza.

 

Dicas de segurança

Adilson Stankievicz lembra ao público que for assistir o Rally Erechim, nas especiais, que procure se posicionar sempre pelo lado de dentro da curva, evitar lugares em que a estrada fique no mesmo nível do lugar a se posicionar, e procurar lugares seguros e acima de tudo, seguir as orientações das faixas de segurança, onde somente atrás das fitas amarelas é permitida a presença de público.

"Que todos nos ajudem a fazer um grande evento e que todos estejam totalmente seguros. É importante orientar a quem for para as especiais, que cheguem cedo, este ano não abriremos as especiais entre uma passada e outra, justamente para aumentar a segurança, então quem for e pretender sair mais cedo, procure rotas alternativas", acrescenta.

 

ORIENTAÇÕES AO PÚBLICO

- Fique atento aos horários de largada das especiais e chegue 1h30 antes da primeira largada;

- Escolha por pontos sinalizados no mapa;

- Evite consumo de bebidas alcoólicas, use calçados leves e não esqueça do filtro solar;

- Em caso de acidente, não invada a pista, nem tente socorro a possíveis vítimas, há equipes treinadas para tal função;

- Não acenda fogueiras;

- Ao se posicionar para assistir a corrida, nunca fique pelo lado de fora das curvas e próximos a saltos.

 

Presidente da CBA confirma presença no Rally de Erechim

Waldner Bernardo de Oliveira, eleito este ano, estará pela primeira vez na cidade como dirigente da entidade máxima do automobilismo brasileiro

 O presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Waldner Bernardo de Oliveira, estará em Erechim, norte do RS, neste final de semana, participando da 20ª edição do Erechim Rally Brasil, nada menos que a maior e mais importante prova de rali de velocidade do País.

Esta será a primeira vez que ele irá à cidade, considerada a "capital do rali no Brasil", como presidente da CBA. "Qualquer pessoa que milita no universo do automobilismo conhece a histórica força do evento e o superlativo interesse da região pela categoria. Não tenho dúvidas de que esse ano não será diferente", destaca o dirigente.

De acordo com o Oliveira, assim como alguns outros no país, o Erechim Rally Brasil já extrapolou o universo dessa categoria. "O evento se configura como um dos principais momentos do ano no automobilismo brasileiro. Sem dúvida é um grande vetor do nosso esporte, sobretudo pela sua capacidade de alcance e organização, além de atingir um público muito apaixonado", enfatiza.

O novo dirigente máximo da CBA, também fala sobre sua expectativa com o rali de velocidade no Brasil este ano. " Sempre entendi essa categoria como uma belíssima demonstração de habilidade sobre rodas. E vejo uma clara curva de evolução técnica de pilotos e equipes. É sensível que o rali, como um todo, ganha espaço na atenção dos amantes de velocidade. Por isso não medimos esforços para auxiliar o segmento no que for possível, incluindo a disponibilização de uma carreta que leva os carros de vários competidores a todas as etapas, sem custo extra para os pilotos", completa Waldner Bernardo de Oliveira.

 

O Rally Erechim

Primeiro dia de prova: 19 de maio de 2017

Último dia de prova: 21 de maio de 2017

Campeonatos em disputa: Sul-americano, Brasileiro e Gaúcho de rali de velocidade

Especiais: 13 (155 km)

Parque de apoio: Parque da Accie, Erechim (RS)

Site oficial: www.rallyerechim.com.br

 

Itinerário

- O Rally Erechim começa a ser disputa na noite de sexta-feira, com a disputa do super-prime noturno. A disputa se dá em uma pista com 3,8 quilômetros e no mesmo local dos anos anterior.

- No sábado, a primeira especial é totalmente nova. Possui trechos de alta velocidade, mesclados com outros mais travados, um trecho bastante seletivo.

- A segunda especial do sábado, a Vale Dourado é a única do dia com trecho exatamente igual aos disputado em 2016, passando por um vale com impressionante vista natural.

- A terceira especial do dia, a Vale dos Parreiras, passa por pontos turísticos no interior de Erechim, mantendo parte do trajeto de 2016 e com novidades na parte final.

- No domingo o rali vai para o lado oeste da região, se concentrando também em parte dos municípios de Paulo Bento e Barão de Cotegipe. Mantém o mesmo roteiro da etapa do Campeonato Gaúcho de 2016, tendo um dos trechos bastante rápidos.

 

História

- O Rally de Erechim foi disputado pela primeira vez em 1998 e entrou para o calendário do Campeonato Sul-americano, em 2002.

- Em 2005, teve uma pausa nos campeonatos Sul-americano e Brasileiro e sediou apenas uma etapa do Gaúcho (Estadual).

- Em 2006, foi considerado pelo primeira vez o melhor rali do calendário sul-americano e tornou-se definitivamente a maior e mais importante prova do rali de velocidade no Brasil.

- Em 2015, recebeu pela primeira vez um público de 100 mil expectadores in-loco, fato repetido em 2016.

 

OS CAMPEÕES DO RALLY ERECHIM

1998 - Paulo Lemos/Maria Antonieta - VW Golf Kit Car

1999 - Maurício Neves/Marco Marini - Mitsubishi Colt

2000 - Ulysses Bertholdo/Nilo de Paula - Mitsubishi Lancer

2001 - Ulysses Bertholdo/Alberto Zoffmann - Mitsubishi Lancer

2002 - Carlos Malarczuk/Hugo Tomas (ARG) - Mitsubishi Lancer

2003 - Édio Fuchter/Rafael Furtado - Subaru Impreza

2004 - Ramon Ferreyros/Rubem Garcia (PER) - Subaru Impreza

2005 - Juliano Sartori/Rafael Sartori - Mitsubishi Lancer

2006 - Roberto Sanchez/Edgardo Galindo (ARG) - Subaru Impreza

2007 - Roberto Sanchez/Edgardo Galindo (ARG) - Subaru Impreza

2008 - Victor Galeano/Diego Fabiabi (PAR) - Mitsubishi Lancer

2009 - Raul Martinez/Javier Montero (ARG) - Subaru Impreza

2009 - Milton Pagliosa/André Pagliosa - Mitsubishi Lancer (segundo evento do Campeonato Gaúcho)

2010 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Mitsubishi Lancer

2011 - Gustavo Saba/Victor Aguilera (PAR) - Mitsubishi Lancer

2012 - Gustavo Saba/Victor Aguilera (PAR) - Mitsubishi Lancer

2013 - Gustavo Saba/Victor Aguilera (PAR) - Skoda Fabia S2000

2014 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Ford Fiesta R5

2015 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Ford Fiesta R5

2016 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Ford Fiesta R5

2016 - Fábio Dall Agnol/Gabriel Morales - Mitsubishi Lancer (segundo evento do Campeonato Gaúcho)

 

O Rally Erechim em números

19 edições disputadas

21 corridas realizadas (duas apenas pelo Campeonato Gaúcho (2009 e 2016)

 

Vitórias por países

Paraguai - 8 vitórias

Brasil - 8 vitórias

Argentina - 4 vitórias

Peru - 1 vitória

 

Vitórias por marcas

Mitsubishi  - 11 vitórias

Subaru - 5 vitórias

Ford - 3 vitórias

Volkswagen - 1 vitórias

Skoda - 1 vitória

 

Vitórias por pilotos

4 vitórias: Diego Dominguez (PAR)

3 vitórias: Gustavo Saba (PAR)

2 vitórias: Ulysses Bertholdo (BRA), Roberto Sanches (ARG)

1 vitórias: Paulo Lemos, Maurício Neves, Carlos Malarczuk (ARG), Édio Fuchter, Ramon Ferreyros, Juliano Sartori, Victor Galeano, Raul Martinez, Milton Pagliosa e Fábio Dall Agnol

 

Vitórias por navegadores

5 vitórias: Edgardo Galindo (ARG)

3 vitórias: Victor Aguilera (PAR)

1 vitórias: Maria Antonieta, Marco Marini, Nilo de Paula, Alberto Zoffmann, Hugo Tomas (ARG), Rubem Garcia (PER), Rafael Sartori, Diego Fabiabi (PAR), Javier Montero, André Pagliosa e Gabriel Morales

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas