Euro R$ 3,74 Dólar R$ 3,17

Publicidade

Segurança

Tentativa de homicídio será julgada hoje

Por Da Redação - jornalismo@jornalbomdia.com.br

O Tribunal do Júri da Comarca de Erechim. julga nesta quarta-feira (11) um réu acusado de tentativa de homicídio. No banco dos réus estará César Rodrigues da Silva (36), que de acordo com a denúncia do Ministério Público, baseada em investigação policial, tentou assassinar a tiros a vítima Luciane de Moraes (29). A vítima foi alvejada com cinco disparos de arma de fogo no dia 5 de maio de 2009, por volta das 16h, na Rua José Wilker, Bairro São Vicente de Paula, em Erechim.

Em interrogatório ocorrido em 2015, o réu negou qualquer envolvimento com o fato denunciado. "Não aconteceu, porque eu não tenho arma, nunca tive arma graças a Deus," disse Cézar. Em juízo, a vítima confirmou que saiu lesionada nesta tentativa de homicídio, "Sim, eu tenho uma bala alojada no pulmão até hoje por causa desse disparo," disse a mulher, diante da juíza Adria Josiane Müller Gonçalves Atz, na época, titular da Primeira Vara Criminal.

De acordo com o Ministério Público, o réu utilizou-se de recurso que dificultou a defesa da vítima, a qual foi surpreendida pela ação do acusado, que, de forma não esperada, efetuou disparos de arma de fogo enquanto conduzia seu automóvel, estando a vítima em via pública, totalmente desprecavida, não podendo oferecer resistência.

A defesa alegou inexistir prova da materialidade e da autoria, postulando a impronúncia do réu. 
A acusação do processo será feita pelo promotor Gustavo Burgos de Oliveira, representante do Ministério Público. A sessão será presidida pelo Juiz Marcos Luiz Agostini.
O resultado do júri você acompanha em nossa edição impressa desta sexta-feira (13).

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas