Euro R$ 3,74 Dólar R$ 3,17

Publicidade

Rural

Alimentos conservados garantem produção de leite contínua

Por Rosa Liberman - rosa@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação Emater

Visando garantir que o produtor de leite tenha uma boa opção de alimentos e de qualidade no inverno, foi realizado na terça-feira (10), um dia de campo reunindo em torno de 80 produtores da região do Alto Uruguai, na Cantina Trentin. Eles receberam informações e capacitação sobre trigo silagem e pastejo. A promoção é da Emater, prefeitura e empresa privada. Foram realizadas palestras e a visitação programada para a tarde, nas estações técnicas na propriedade do agricultor Wilmar Farina, não aconteceu em virtude da chuva.

O agrônomo da Emater, Vilmar Fruscalso, abordou a importância das culturas de inverno na alimentação de bovinos de leite. “No verão a soja disputa espaço com o milho, mas no inverno temos áreas ociosas e é uma oportunidade de utilizarmos para produzir alimento conservado para o gado”, diz.

Segundo ele, no outono, há um período de transição, sem produção de forrageiras, porque as de verão terminaram e de inverno ainda não iniciaram. Historicamente, nessa época falta alimento para os animais e é preciso dispor de alimentos conservados. Além disso, também pode-se driblar os imprevistos climáticos, como falta de chuva ou umidade em excesso, impedindo os animais de fazer o pastejo. Além do ataque de pragas, que reduz a produção de forragem, é necessário garantir a produção de alimentos volumosos (pastagem, silagem e feno).

Conforme último levantamento, a produção leiteira envolve 9 mil produtores na região, com uma produção de 300 milhões de litros/ano. O cultivo de pastagem ocupa entre 30 mil a 40 mil hectares. Fruscalso enfatiza que a escassez de alimentos volumosos em certos períodos ainda é o principal problema da produtividade ser baixa na região, em torno de 10 a 11 litros de leite/animal/dia. “Garantindo a alimentação contínua minimizaria o problema e aumentaria a oferta de leite no Alto Uruguai”, pontua o agrônomo.

Na ocasião foi apresentada uma nova opção de silagem de inverno que segundo a empresa, além de não ter aristas, tem alta produtividade, até 40 toneladas de massa verde, alta palatabilidade e boa digestibilidade.

O evento foi coordenado pelo gerente do Escritório Municipal da Emater de Erechim, Walmor Gasperin. A abertura das atividades contou com a presença do coordenador Regional da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Leonir Favreto, do gerente adjunto da Emater, Marcos Gobbo, do supervisor Regional da Emater Valdir Zonin, do secretário da Agricultura Leandro Basso, e do agricultor Wilmar Farina. Na oportunidade, Favreto relatou que na última semana foram revogados pelo governo, os decretos que permitiam a importação de leite, sem previsão de retorno dos mesmos, devendo com isso, normalizar os preços do leite ao produtor. Também destacou que a SDR está trabalhando no sentido de mudanças de legislação para diferenciar regramentos de indústrias e agroindústrias.

 

 

 

 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas