Euro R$ 4,19 Dólar R$ 3,41

Publicidade

Rural

Produtores de soja comemoram a chuva

Por Karine Heller
Foto Antonio Grzybowski

A chuva que iniciou no domingo (18) e deve se estender até quarta-feira (21) traz alívio para a produção da soja no Alto Uruguai. De acordo com o assistente técnico de produção vegetal da Emater regional, Nilton Cipriano Dutra de Souza, a chuva que iniciou no domingo (18) e deve se estender até quarta-feira (21) traz alívio para a produção da soja no Alto Uruguai.

“Essa chuva representa chance de maior produtividade para as culturas de verão, especialmente para as lavouras de soja. Ficamos praticamente oito dias sem chuva e, agora, como a soja está na fase maturação fisiológica e de enchimento de grãos, onde ela necessita de mais água, existe a propensão da produção de grãos maiores e mais pesados, o que representa qualidade e bons resultados na colheita”, explicou o técnico da Emater.

Com uma área plantada de mais de 243 mil hectares na região e, com o preço da saca estimado em R$ 69, a soja super precoce poderá ser colhida ainda em março, enquanto que na grande maioria das lavouras, o processo de colheita só inicia no mês de abril.

Em Linha 4-Baliza, interior de Gaurama, a chuva de domingo (18) e a previsão de mais água durante a semana, são motivos de comemoração para a família Toigo, que cultiva 90 hectares de soja e dez de milho. De acordo com Giovani Toigo, que administra a propriedade rural ao lado dos pais, "a chuva de domingo salvou as plantas" que estão na fase final de enchimento de grãos e começando a amarelar. Se o clima persistir favorável a estimativa é que a colheita inicie no dia 20 de março. A produtividade prevista pelo produtor é de 60 sacas por hectare.

Previsão do tempo

A instabilidade avançou pelo Sul do País nesta segunda-feira (19), o que deve resultar em chuvas intensas sobre o Norte e Noroeste do Rio Grande do Sul. A Defesa Civil  do Estado chegou a emitir alerta de chuva intensa, raios, vento e granizo em áreas isoladas.

Conforme o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), essa chuva mais forte é provocada por uma área de baixa pressão atmosférica entre a Argentina e Paraguai. Ainda, segundo o Cemaden, o maior acumulado durante a madrugada de domingo (18) foi em Erechim, onde choveu 10 milímetros.

De acordo com o Instituto Climatempo, a chuva ganha ainda mais força na terça-feira (20), com a previsão de 26 milímetros em Erechim e temperaturas variando entre 17º a 23ºC. As pancadas podem ocorrer em qualquer hora do dia, acompanhadas de trovoadas. Na quarta-feira (21) ainda tem chances de chuva e o acumulado na Capital da Amizade pode chegar a cinco milímetros, com médias variando entre 16ºC a 26ºC.

Já para quinta-feira (22), o sol deve voltar a aparecer e não há previsão de chuva. Médias de temperatura entre 14ºC a 26ºC. Na sexta-feira (23), haverá períodos de sol entre nuvens, com médias entre 12ºC a 27ºC.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas