Publicidade

Cultura

Primeiro passo para o sucesso é o envolvimento comunitário

Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto PM Gramado

Como estruturar o turismo? Por onde começar? O que valorizar? Para responder a estas e outras questões, o jornal Bom Dia entrevistou Rubia Frizzo, secretária de Turismo de Gramado, cidade modelo na atividade turística no Brasil, que recebe anualmente cerca de seis milhões de turistas do Brasil e do mundo. Hoje, 86% da economia de Gramado está diretamente relacionada ao turismo. Mesmo em períodos de instabilidade econômica o turismo se mantém em patamares de crescimento. Para ser referência no turismo brasileiro o primeiro passo é o envolvimento comunitário. Caro leitor, confira a seguir toda entrevista. Boa leitura.

BD - Quantas pessoas visitam Gramado por ano?

Rubia: Seis milhões de turistas por ano.

BD - Qual é o valor do investimento que a prefeitura faz para viabilizar os principais eventos do ano? Como isso retorna para o município?

Rubia: O investimento da prefeitura se dá de diversas formas. Não só recursos, mas estruturas e projetos, porque praticamente todas as secretarias fazem parte da estrutura do turismo de Gramado (Turismo, Obras, Trânsito, Agricultura, etc). Uma vez que a cidade tem que estar à altura para bem receber os turistas. O retorno é imensurável, pois toda a cidade ganha. O setor hoteleiro, de entretenimento e gastronômico são os que mais crescem na região.

BD - Quantos eventos turísticos ocorrem ao longo do ano e qual a participação da prefeitura neles?

Rubia: Entre os eventos públicos e privados são mais de 300 por ano.

BD - O ciclo do turismo demorou quanto anos para ser formado? Como ocorreu?

Rubia: A cidade completou 63 anos em dezembro de 2017, mas ela já nasce com DNA da hospitalidade. Nos últimos 20 anos, porém, o turismo cresceu de forma profissional.

BD - Quem – instituições, grupos, município - organiza e administra as atividades e eventos turísticos?

Rubia: Além da Secretaria de Turismo da Prefeitura, existe a Gramadotur Eventos e todo o trade turístico, composto por hotéis, pousadas, restaurantes, bares e parques.

BD - Quanto o município investe no Natal de Gramado? Em que mês ele começa a ser planejado e organizado?

Rubia: Em torno de 20 milhões, porém é um valor que é investido a partir da comercialização do próprio evento. Ele começa a ser organizado meses antes.

BD - O turismo traz resultados para o município? Cite exemplos?

Rubia: Com certeza. Hoje, 86% da economia de Gramado está diretamente relacionada ao turismo.

BD - Para ser referência no turismo do Brasil e do mundo, como Gramado, qual é o primeiro passo?

Rubia: Envolvimento comunitário, infraestrutura, cuidados com as belezas naturais, segurança, limpeza...

BD - É importante valorizar o que se tem na cidade, natureza, arquitetura, cultura, culinária, turismo rural, grupos culturais para fomentar a cadeia turística?

Rubia: Sim, e essa valorização se dá de muitas formas. O município é parceiro e apoiador de muitas delas. Várias parcerias podem ser feitas para fomentar esse cuidado.

BD - O que é importante dizer a uma cidade que quer investir em turismo?

Rubia: A atividade turística tem crescido no mundo nos últimos anos e muitos países têm melhorado suas condições econômicas a partir de investimentos no turismo. Importante destacar que mesmo em períodos de instabilidade econômica o turismo se mantém em patamares de crescimento. É desejável que esse crescimento seja compartilhado entre poder público e iniciativa privada.

Eventos de Gramado

Segundo Rubia, tudo em Gramado parece conspirar para que se desfrute de momentos únicos de prazer. Com a maior infraestrutura turística do Estado, Gramado oferece a excelência de seus hotéis, pousadas, restaurantes e cafés.

“São mais de 50 atrativos de entretenimento e lazer como parques e museus. Toda esta estrutura, aliada à hospitalidade das pessoas que aqui vivem, transformaram Gramado em um dos mais desejados destinos de turismo do Brasil, haja vista a quantidade de prêmios que Gramado recebe. A palavra aqui é diversidade. A cada troca de estação, a cidade garante muitas atrações para quem a visita. Gramado in Concert, Páscoa em Gramado, Festa da Colônia, Festival de Gastronomia, Festival de Cinema e, claro, o Natal Luz, um dos maiores espetáculos do gênero do mundo, atraem cerca de seis milhões de pessoas todo ano”, destaca.

Apesar disso, acrescenta Rubia, Gramado ainda é a cidade em que se pode passear em segurança em qualquer horário do dia ou da noite, que possui bancos em passeios e praças públicas, canteiros bem cuidados, natureza preservada, vista deslumbrante do Vale do Quilombo, do Lago Negro, do seu interior.

“O turismo em Gramado está em constante evolução, porém, de forma sustentável, preservando a memória e as raízes dos nossos antepassados. Gramado é muito mais que lareira e vinho. Gramado é Primavera, Verão, Outono e Inverno. Gramado é inesquecível o ano inteiro”, enfatiza.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas