Publicidade

Rural

Safra 2018 já registra menos soja que o esperado

Produtores destacam influência do clima para produtividade abaixo

soja44.JPG
Por Edson Castro
Foto Edson Castro

A safra de milho e soja na região do Alto Uruguai está entrando em fase importante da colheita. No milho, já são mais de 60% da área colhida, enquanto na soja, os números desta semana, apontavam para cerca de 12% colhido, especialmente do plantio precoce.

Mas o bom tempo no campo, especialmente desta a quarta (21), até esta sexta (23), está acelerando a colheita também das lavouras de soja de ciclo médio e tardio.

Os números são da Emater, escritório regional, com sede em Erechim. Embora ainda dentro da média histórica, produtores salientam que a produtividade das lavouras de ciclo médio e tardio estão abaixo do planejado. Seu Alcides Fronza, que tem plantio no interior de Erechim, frisa que a colheita tem girado em torno de 60 a 65 sacas. “Esperava passar das 70 sacas, porém, a falta de chuva em momento importante para a planta, acabou acarretando esta perda”, salienta.

Quem compartilha de sua opinião, é o produtor Artemio Kamaski, também de Erechim. “A chuva em menor em quantidade afetou em parte a produção. Mas de qualquer maneira, vamos ter uma boa colheita, porém abaixo do que havíamos planejado. Acredito que talvez a quebra pode chegar a 20%”, frisa o produtor.

A espera de preço

Os dois produtores entrevistas pelo jornal Bom Dia nesta quinta, destacaram que a intenção é guardar parte da atual safra, para buscar uma venda futura, em busca de maior valor pago pela saca.

Seu Alcides destaca que em torno de 60% da safra irá para armazenagem. Na propriedade de Artemio, a maior parte dos grãos colhidos nas lavouras de ciclo médio e tardio, serão armazenadas.

Dentro da média

O assistente técnico da Emater, Nilton Cipriano Dutra de Souza comemora os primeiros resultados apresentados nas lavouras da região. Segundo ele, a safra de milho tem apresentado colheita na faixa de 133 sacas por hectare. “No entanto, em alguns plantios, este rendimento pode chegar a 10,2 mil quilos por hectare (170 sacas/ha)”, explica Nilton.

Já na soja, a produtividade tem variado entre 57 e 70 sacas por hectare, uma produção que vai ficando dentro da média histórica da região. De acordo com Nilton, a produtividade média histórica da soja na região, gira em torno de 60 sacas por hectare.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas