Euro R$ 4,19 Dólar R$ 3,41

Publicidade

Ensino

UFFS publica edital do Mestrado Profissional em Educação

Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação/UFFS

Inscrições iniciam no dia 16, exclusivamente pelos Correios. Podem participar da seleção candidatos graduados em cursos de Licenciatura

Já está publicado o edital do processo seletivo para o Mestrado Profissional em Educação, ofertado na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim. As inscrições ocorrem entre 16 de abril e 16 de maio, exclusivamente pelos Correios, via Sedex. Podem participar da seleção candidatos graduados em cursos de Licenciatura.

São ofertadas até 20 vagas para ingresso no segundo semestre deste ano, divididas entre as duas Linhas de Pesquisa do curso: “Pesquisa em Processos Pedagógicos, Políticas e Gestão Educacional” e “Pesquisa em Educação Não-formal: Práticas Político-Sociais”.

O processo seletivo é constituído por duas etapas: a primeira trata-se de uma prova escrita de conhecimento específico, a ser aplicada no dia 11 de junho. A segunda etapa é a arguição sobre o pré-projeto de pesquisa e sobre o curriculum vitae do candidato, que ocorre entre os dias 2 e 4 de julho.

As matrículas dos candidatos aprovados será entre 23 e 27 de julho. Mais informações no Edital Nº 381/GR/UFFS/2018, disponível em www.uffs.edu.br.

O Mestrado Profissional em Educação é um dos três mestrados ofertados na UFFS – Campus Erechim. Há também o Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental e o Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas. Este último já está com inscrições abertas. Mais informações no site já citado.

 

Saiba mais sobre o curso

O Mestrado Profissional em Educação tem como área de concentração Práticas Educativas. Esta área está associada aos objetos de investigação que dizem respeito a processos pedagógicos, políticas e gestão educacional e educação não formal.

O eixo estruturante articula-se com o planejamento e a execução dos processos pedagógicos no cotidiano escolar; os processos de formação de docentes para a educação básica; a qualificação das práticas dos gestores da educação básica junto aos sistemas de ensino e unidades escolares; a intervenção e mobilização da educação não formal; as experiências dos movimentos sociais; as experiências e saberes históricos, políticos e culturais dos sujeitos envolvidos no processo educativo de emancipação humana.

Um dos diversos objetivos do curso é de contribuir com a formação de docentes-pesquisadores que possam fortalecer a Educação Básica na criação de práticas curriculares e produtos de aplicação imediata no desenvolvimento educacional, considerando a reflexão sobre a vivência pedagógica, ampliando o horizonte dos saberes docentes embasados na experiência e na experimentação da docência e da gestão escolar.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas