Publicidade

Estado

Ano eleitoral não é motivo para comodismo, defende Sartori

Governador pediu postura firme e ativismo à equipe de governo no programa de rádio desta semana

sartori.jpg
Por Secom
Foto Divulgação

Ao conduzir a solenidade de posse dos dez novos secretários que passaram a ocupar as funções dos que se desligaram do governo para concorrer a cargos eletivos, o governador José Ivo Sartori pediu a todos que tenham postura firme e ativismo. No programa Governo e Comunidade deste sábado, Sartori reiterou: "Pedi que eles sigam fazendo o que começamos em 2015. Durante estes três anos de governo, fizemos o que precisava ser feito, com coragem, seriedade, transparência e falando a verdade".

Para o governador, o fato de 2018 ser um ano eleitoral não é motivo para comodismo no prosseguimento do trabalho que vem sendo desenvolvido. "Ninguém gosta mais daquela velha maneira de fazer política. As pessoas não querem aqueles que só fazem discurso pensando nas próximas eleições. A sociedade quer que os projetos e as ações tenham continuidade", enfatizou.

Sartori disse também que sua intenção é ouvir a todos, principalmente aqueles que normalmente não têm sua voz escutada. "Vamos continuar a ouvir a alma silenciosa da sociedade, especialmente de quem não tem voz, não tem sindicato, não tem carreira, não tem partido, não tem microfone nem estabilidade. Enfim, aqueles que não têm absolutamente ninguém por eles".

O governador afirmou ainda que seu governo teve que tomar decisões duras, mas necessárias. Lembrou que, mesmo com a crise financeira vivida por todo o país, o Estado não deixou de investir, por exemplo, na segurança pública. "A falta de segurança é algo que preocupa e, por isso, o nosso governo decidiu enfrentar a criminalidade. Já foram muitas ações, tendo no comando o secretário Cezar Schirmer", frisou. "Hoje, temos mais policiais nas ruas, o aumento no efetivo chega a 4 mil e 200 servidores, já investimos mais de R$ 36 milhões. Tudo isso trouxe resultados: tivemos queda significativa em todos os indicadores criminais no primeiro bimestre de 2017", finalizou.

Com duração de cinco minutos, o programa Governo e Comunidade trata de temas que foram notícia durante a semana e dos principais assuntos envolvendo o Executivo. É gravado na Rádio Web Piratini e veiculado aos sábados por emissoras de rádio gaúchas.

Publicidade

Blog dos Colunistas