Publicidade

Erechim 100 anos

A grande Erechim: Mariano Moro

Por Najaska Martins - najaska@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

Conheça a trajetória de emancipação dos municípios que inicialmente pertenciam ao território de Erechim e hoje fazem parte da região Alto Uruguai: 

Mariano Moro

Atualmente com uma população de 2190 habitantes, Mariano Moro de desmembrou de Erechim no ano de 1966 e, segundo o atual prefeito, Irineu Fantin, passado todo esse tempo desde a emancipação, o município, alcançou um novo patamar de desenvolvimento. “Somos autossuficientes em nossa produção agrícola e pecuária, nossa produção leiteira e a fruticultura são de qualidade reconhecida. O incentivo às agroindústrias é fonte de renda para a população. A educação sempre mereceu atenção especial em todas as administrações. O setor terciário atende as necessidades básicas da população, enfim Mariano Moro, embora pequeno em número de habitantes, é grande em qualidade de vida e quem vive aqui, vive bem, em meio a natureza e gozando de paz e tranquilidade”, explica.

O chefe do Executivo municipal destaca que a cidade é calma e hospitaleira. “A gruta de Nossa Senhora de Lourdes é a maior e a mais autêntica da região. O lago da Barragem de Itá proporciona inúmeras belezas naturais e opções de lazer e a Festa do Peixe de Mariano Moro (Fespemm), atrai muitos visitantes e agrada aos mais exigentes paladares”, complementa.

Questionado sobre de que maneira a história de Mariano Moro ainda hoje se relaciona com a de Erechim o prefeito lembra que a colonização do município iniciou por volta de 1923 e a emancipação se deu em 1966. “Portanto foram mais de 40 anos pertencendo a Erechim. Com certeza nossa terra mãe influenciou muito em todos os aspectos do desenvolvimento marianense como na organização político-administrativa, na organização sócio comunitária, na organização educacional (os professores inicialmente vinham de Erechim), nas bases econômicas (a maioria dos produtos eram comercializados em Erechim) entre outros”, cita, ao destacar que essa influência existe até os dias atuais, “pois embora Mariano Moro tenha atingido um bom nível de autonomia, Erechim ainda centraliza, como polo regional muitas atividades e serviços, que são essenciais para a população marianense. Somos semelhantes na alegria , na hospitalidade e no desejo de sempre lutar pelo desenvolvimento de nossa região, pois como mãe e filhos somos sabedores que Mariano Moro não vive sem Erechim assim como Erechim não vive sem os municípios que o cercam e juntos formamos um Alto Uruguai cada vez mais forte e pujante”, completa.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas