Publicidade

Segurança

Polícia Rodoviária Federal divulga balanço da Operação Dia do Trabalhador

Por Assessoria de Imprensa
Foto Kaliandra Alves Dias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou ontem (1º) a Operação Dia do Trabalhador, que iniciou na sexta-feira (27). Durante os cinco dias, policiais rodoviários federais reforçaram a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes, com atenção especial àquelas infrações que causam o maior número de vítimas no trânsito: embriaguez ao volante, excesso de velocidade e ultrapassagem indevida.

A operação contou com ações de educação para o trânsito, através de palestras dirigidas a condutores e passageiros que transitavam pelas rodovias federais, com objetivo de conscientização e prevenção de acidentes.

Também foram realizadas ações operacionais direcionadas para o enfrentamento à criminalidade.

Fiscalização

Foram fiscalizados 467 veículos, abordadas 564 pessoas e realizados 207 testes de etilômetro para verificação de consumo de bebida alcoólica pelos condutores. Os radares estiveram em operação por mais de 17 horas durante o feriadão. Mais de duzentos usuários da rodovia foram sensibilizados em palestras educativas.

Acidentes

Nas rodovias atendidas pelas unidades da PRF em Passo Fundo, Erechim e Lagoa Vermelha, foram registrado somente três acidentes de trânsito, em que se envolveram nove pessoas. Nenhum dos acidentes foi grave, somente duas pessoas envolvidas tiveram lesões leves ou escoriações.

Imprudência

Foram flagrados 36 motoristas ultrapassando em local proibido, infração que é causa principal dos acidentes mais letais ocorridos nas rodovias: as colisões frontais. O valor da multa por ultrapassagem é de R$1467,35.

Onze motoristas foram flagrados por infração relacionada ao consumo de álcool. Cada um deles foi multado no valor de R$2934,70 e terá a CNH suspensa pelo período de um ano. Ainda, três deles estavam acima do limite previsto para o crime de embriaguez e foram presos. Eles responderão na justiça e a pena prevista para esse caso é de seis meses a três anos de detenção.

Os radares da PRF flagraram 228 condutores transitando em velocidade superior à permitida. O valor das multas varia de acordo com o excesso de velocidade verificado, sendo que a menor infração corresponde a R$130,16 e a maior a R$880,41.

Publicidade

Blog dos Colunistas