Publicidade

Erechim

Lideranças verificam a situação da Associação de Catadores Reciclando pela Vida

Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Na última terça-feira (8), trabalhadores da Associação de Catadores Reciclando pela Vida entraram em contato com os gabinetes da vereadora Sandra Picoli (PCdoB) e Lucas Farina (PT), a fim de que ambos fossem até o local verificar as condições em que o serviço estava sendo executado. A principal queixa dos trabalhadores diz respeito à empresa que faz a coleta do lixo, que tem levado à entidade restos orgânicos que, além de não servirem para a reciclagem, causam uma série de transtornos, como mau cheiro, proliferação de moscas e riscos à saúde de quem ali trabalha.

Durante a visita, a vereadora Sandra pôde constatar, juntamente com um representante do gabinete do vereador Farina, a complicada situação que motivou a convocação por parte dos membros da associação, que contempla 15 famílias do Bairro São Vicente de Paula. O lixo havia chegado ao local sem que a separação fosse feita de maneira efetiva, tornando ainda mais difícil a realização do trabalho dos catadores. Além dos resíduos orgânicos, vidros quebrados foram prensados de forma incorreta, o que oferece riscos constantes de acidentes com quem exerce a atividade no local.

Representantes da secretaria municipal do Meio Ambiente estiveram na sede da associação juntamente com os parlamentares, e se dispuseram a buscar uma solução para o problema. Já no dia seguinte (9), foi retirado do local o material orgânico depositado inadequadamente. A secretaria se comprometeu, ainda, a realizar, a partir desta sexta-feira (11), toda a coleta do lixo seco com caminhão baú, conforme descrito no contrato com a empresa que faz a coleta.

De acordo com Sandra, a partir de agora cabe ao Legislativo fiscalizar ativamente para que esta situação não se repita. “Precisamos continuar atentos, sempre prezando a qualidade e a dignidade de quem trabalha, bem como a segurança e a saúde”, afirma a edil, reforçando, no entanto, a necessidade de uma conscientização maior por parte também da população erechinense quanto ao lixo. “Vamos solicitar campanhas de conscientização, essa questão da separação correta dos resíduos começa em casa”, enfatiza.

Já Farina elogia a capacidade de mobilização dos trabalhadores da Associação de Catadores Reciclando pela Vida, que possibilitou que alguma medida fosse tomada a fim de tornar mais digno o trabalho lá realizado. “Ficamos felizes ao saber que a mobilização dos recicladores começa a dar resultado. Fica o exemplo positivo dos recicladores por se mobilizarem por uma reivindicação justa, da equipe responsável pela secretaria e pela empresa coletora que buscou solucionar o problema das péssimas condições que o lixo estava chegando no barracão e dos equipamentos de segurança aos trabalhadores. Agora precisamos ficar atentos e fazer nossa parte”, afirma.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas