Publicidade

Cultura

Movie Arte esclarece polêmica em torno de Deadpool 2

deadpool.jpg
Por Najaska Martins - najaska@jornalbomdia.com.br
Foto Fox Films

Filme chegou a ser proibido para menores de 18 anos agora passou a “não recomendado para menores de 16”

Estreia no cinema de Erechim nesta semana, o filme Deadpool 2 foi alvo de uma polêmica nesta semana. Ao anunciar a classificação indicativa dos filmes que estreariam na telona, o Ministério da Justiça brasileiro determinou na última quinta-feira (17) que o longa, dirigido por David Leitch, não era recomendado para menores de 18 anos. A decisão revoltou fãs que já haviam inclusive comprado ingressos.

Nesta sexta-feira (18), porém, um recurso da produtora do filme, a FOX, foi aprovado e a classificação indicativa acabou sendo revista. Por email, a Movie Arte Cinemas de Erechim esclareceu que a censura do filme caiu de 18 anos, para 16 anos. “Tivemos inúmeros problemas com a censura do filme Deadpool 2, muitas polêmicas acerca de quem podia ou não assistir ao filme, sendo que primeiramente era somente a partir de 18 anos, e agora, com o recurso aprovado da FOX Films, foi reavaliada a classificação passando a não recomendado para menores de 16 anos. Sendo assim, menores de 16 anos podem assistir ao filme acompanhados de responsáveis legais ou com autorização preenchida na entrada da sessão”, esclareceu a empresa.

Em Erechim o longa – que tem no elenco nomes como Ryan Reynolds, Josh Brolin e Morena Baccarin – está em cartaz até a próxima quarta-feira (23), com sessões dubladas 2D nos horários das 13h45 e 18h30. A versão legendada em 2D será exibida nas sessões das 16h e 21h.

Conforme nota publicada no site do Ministério da Justiça, a classificação indicativa é exercida com o intuito de proteger crianças e adolescentes de possíveis danos causados pela exposição a conteúdos inadequados para suas faixas etárias. “A classificação é exercida pelo Ministério da Justiça de acordo com normas da Constituição Federal e do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”, esclarece.

Apesar da decisão favorável ao recurso apresentado pela FOX  e anunciada pela produtora em sua conta no Twitter, até o fechamento desta matéria, a notícia da classificação indicativa do filme de “não recomendada   para menores de 18 anos” ainda constava no site do Ministério da Justiça.

 

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas