Publicidade

Esportes

Reforços para motivar na Série C

Por Kaliandra Alves Dias
Foto Kaliandra Alves Dias

O Ypiranga contará com dois novos reforços para a Série C. A contratação do atacante Hélio Paraíba e do lateral-direito Maicon foram confirmadas pelo gerente de futebol, Renan Mobarack. Dar sequência ao trabalho e garantir a permanência do time na competição, é prioridade para o Canarinho.

De acordo com Renan, os novos reforços já estavam nos planos do clube. “Eles não foram contratados porque fomos eliminados. Reforçar a equipe já estava projetado desde outubro do ano passado”.  Além disso, outro ponto enfatizado pelo gerente foi à recuperação do desgaste físico e emocional dos atletas, e tendo apenas a competição nacional como foco, este trabalho poderá ser desenvolvido em tempo maior, diferente de quando a equipe participava de duas competições simultaneamente.

O desgaste físico que antes preocupava, dá lugar a recuperação das dores musculares causadas pelas maratonas de jogos dos últimos meses. “Adaptamos o elenco quando disputávamos a Divisão de Acesso e a Série C. em alguns momentos poupamos atletas entre um jogo e outro. Com jogos sendo realizados apenas nos finais de semana, vamos conseguir recuperar os jogadores que estão no departamento médico”, salienta o gerente.

Com o pensamento na competição nacional, o Ypiranga também busca uma classificação histórica para a próxima fase. Mas para que este sonho se realize é necessário conquistar o máximo de pontos que conseguir. No segundo turno, o Canarinho terá cinco jogos no Colosso da Lagoa, 15 pontos em jogo e que podem deixar a equipe em uma posição confortável. Mas se alguns atletas estão chegando, outros estão dizendo adeus a torcida.

Após o meio-campista Márcio Reis pedir desligamento do clube, o gerente de futebol esclareceu que a decisão partiu do jogador e que os motivos não têm ligação com o clube. “É um profissional acima da média, está com 32 anos. Tem um histórico no futebol gaúcho, ele possui alguns problemas familiares. E neste momento, julgou melhor retornar a sua família. Pode ser que o Ypiranga seja o último clube dele. O Márcio tem planos de retornar a faculdade. Ajudou-nos como atleta, sai deixando as portas abertas”.

Retorno de Carlão e a “briga” pela camisa 1

Com o retorno de Carlão, a disputa pela posição de titular se intensifica. Mas para que isso aconteça, Renan já esclarece: são os goleiros que se escalam. “Carlão passou pelo acesso, pela classificação da serie D para C. É um jogador que podia ter permanecido, mas fez a escolha de jogar em outro mercado e saiu. Ele não chega com uma responsabilidade maior, veio para somar, se ele for titular, não sei. São eles que se escalam. Rodrigo foi importante, fez jogos memoráveis. Gritti foi o goleiro menos vazado da Divisão. Temos ótimos goleiros, em crescente evolução”.

Publicidade

Blog dos Colunistas