Publicidade

Estado

ddd.jpg

Dia do Desafio envolve cerca de 3 milhões de participantes em atividades voltadas ao bem-estar

Evento ocorreu nesta quarta-feira (27), em 492 cidades gaúchas, com o objetivo de incentivar a prática de atividades físicas

Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Evento ocorreu nesta quarta-feira (27), em 492 cidades gaúchas, com o objetivo de incentivar a prática de atividades físicas

Neste ano, 492 municípios do Rio Grande do Sul participaram do Dia do Desafio 2018, Realizado nesta quarta-feira (27), o evento contou com cerca de 3 milhões de participantes em atividades de estímulo à prática sistemática de atividades físicas. Os resultados dos confrontos saudáveis entre cidades poderão ser conferidos, a partir desta quinta-feira (28), em www.diadodesafio.org.br

O Sistema Fecomércio-RS/Sesc conta com a parceria das Prefeituras na realização do Dia do Desafio, propõe que as pessoas interrompam suas rotinas e façam, por pelo menos 15 minutos consecutivos, qualquer tipo de exercício físico, como forma de incentivo à qualidade de vida. Em Porto Alegre, a instituição conta com o apoio da Caixa Econômica Federal, do Governo do Estado e da Santa Casa de Misericórdia. Uma novidade este ano foi o engajamento dos 492 municípios participantes do DDD com o Desafio Social. As Unidades Sesc receberam doações de calçados esportivos – os tênis e chuteiras serão direcionados a crianças e adolescentes de entidades sociais.

Sobre o DDD - O Dia do Desafio é realizado sempre na última quarta-feira do mês de maio - neste ano, adiada para 27 de junho no Rio Grande do Sul. Criado no Canadá, o evento é difundido mundialmente pela The Association For International Sport for All (TAFISA), entidade de promoção do esporte para todos, sediada na Alemanha. É uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde. A ação acontece em forma de competição saudável entre duas cidades. O município que mobilizar mais pessoas em relação ao número oficial de habitantes vence.

Outra novidade do evento é o tempo de duração dos confrontos entre as cidades. Agora, as disputas saudáveis são de três anos, assim se pretende proporcionar uma maior troca de experiências das ações de esporte e lazer entre os municípios. Além disso, após o DDD 2018, vai acontecer o “Desafio Cidade + Cidade”, que visa promover uma maior integração, cooperação e integração entre os municípios que participaram dos confrontos saudáveis. As duas cidades que competirem entre si, por meio de um cálculo feito pelo Sesc/SP, vão gerar um percentual de mobilização e farão parte de um ranking dentro da sua categoria. O objetivo é que com isto, ao longo do tempo, os municípios troquem ideias, sugestões, projetos, informações, incentivem uma a outra, para que no ano seguinte, juntas melhorem o seu desempenho neste ranking.

Recentemente, o Governo Federal publicou a Lei 13.645 instituindo o Dia Nacional do Desafio. O Sesc/SP coordena o evento no Continente Americano desde 2000 e, no Rio Grande do Sul, a ação é capitaneada pelo Sistema Fecomércio-RS/Sesc em parceria com as Prefeituras. O convite à atividade física se estende a todos, envolvendo o poder público de cada cidade, as instituições da sociedade civil, empresas, voluntários locais e os próprios participantes.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas