Publicidade

Erechim

Dom José.JPG

Bispos e padres da Diocese iniciam curso anual de formação permanente

Por Assessoria
Foto Divulgação

Na tarde de segunda-feira (9), Dom José, Dom Girônimo e os padres da Diocese de Erexim iniciaram seu curso anual de formação permanente no Seminário de Fátima, que se estende até esta quarta-feira ao meio dia. Com assessoria de Daniel Seidel, membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz, de Brasília, refletem sobre o Ano Nacional do Laicato.

Iniciando os trabalhos do curso, o assessor propôs quatro questões para trabalho de grupo e plenário: sinais de vida e sinais de morte na realidade do povo de nossas Paróquias; como tem sido a participação dos cristãos leigos e leigas na sociedade? Como é a participação dos cristãos leigos e leigas na Igreja? O que se gostaria de aprofundar sobre o Ano Nacional do Laicato.

Depois da síntese dos relatores dos grupos, o assessor lembrou os objetivos e legados do Ano Nacional do Laicato para o âmbito da sociedade e para o âmbito da Igreja. Para o âmbito da sociedade, ele propõe promover mecanismos de participação popular para o fortalecimento do controle social e da gestão participativa através de Conselhos de Diretos, Grupos de Acompanhamento ao Legislativo, Iniciativas Populares, Audiências, Referendos, Plebiscitos, entre outros. Também mobilizar a sociedade brasileira para a realização da auditoria cidadã da dívida pública. Para o âmbito da Igreja, criar programas de formação de ministérios leigos de coordenação e animação de comunidades, pastorais e movimentos; fortalecer a articulação das redes de comunidades; criar e/ou fortalecer os Conselhos Regionais e Diocesanos de cristãos leigos e leigas.

O assessor abordará aspectos da conjuntura sociopolítica e eclesial, visão eclesiológica do cristão leigo, conforme o Concílio Vaticano II e o Papa Francisco, participação do leigo na sociedade e na Igreja.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas