Blog do Rodrigo Finardi

Foto 2.jpg

Padre Fábio de Melo na abertura do Natal em Erechim

Por Rodrigo Finardi
Foto Site Oficial Fabio de Melo

A prefeitura de Erechim, juntamente com entidades estão finalizando a programação de Natal deste ano. Uma das atrações já confirmadas, segundo a coluna apurou é o show do Padre Fabio de Melo na abertura das programações no dia 26 de novembro, numa parceria com a Associação, Comercial, Cultural e Industrial de Erechim. Reuniões ainda estão acontecendo para definir o local. Poderá ser no Parque da Accie, ou na Praça da Bandeira.

Outra atração deverá ser o show da Família Lima ao longo da programação. No primeiro mandato do prefeito Luiz Schmidt de 1997 a 2000, trouxe a Família Lima na Praça da Bandeira. Foi um dos maiores públicos que o local já recebeu. Era no auge do grupo gaúcho.

 

Parte externa da prefeitura começará ser recuperada ainda este ano 

Na gestão passada de Polis e Ana, quando tentaram buscar recursos federais para reformar o prédio da prefeitura, se depararam com a seguinte situação: o prédio não estava no nome do município. Mesma situação se encontrava a Praça da Bandeira, a parte dos fundos da prefeitura e também o prédio da Câmara de Vereadores.

Diante deste imbróglio, ficou inviabilizado qualquer aporte de recursos públicos para bancar a obra. Apenas com recursos próprios da prefeitura.

Quando descobriram que o município não era dono de nada se começou a busca para regularizar a situação. No ano passado, se conseguiu o decreto do Interventor Federal do Estado do Rio Grande do Sul, do ano de 1939. Em mãos foi possível iniciar o processo de regularização das áreas. 

Na semana passada a prefeitura de Erechim, depois de um longo caminho percorrido, conseguiu as matrículas de toda essa área, oito meses antes de completar 100 anos de emancipação política administrativa. Fato bastante comemorado pelo prefeito Luiz Schmidt e o secretário de Administração Valdir Farina.

A expectativa agora, em posse das matrículas e como legítimo dono, é quando ocorrerá o restauro do prédio da prefeitura, que anda ‘bem derrubado’. Conversei ontem com o secretário da Fazenda, Roberto Fabiani e afirmou que o município está em tratativas com a iniciativa privada e terá novidade nos próximos dias. De acordo com Fabiani a parte externa do prédio deve ser recuperada ainda este ano, ou pelo menos iniciada as obras.

Com isso todos os ninhos de João de Barro que estão em torno do prédio deverão ser retirados, já que estão por lá há um bom tempo, sem ser incomodados.  A título de curiosidade, cada ninho demora entre 18 dias e um mês para ser construído, variando de acordo com as condições climáticas. E o casal de joões-de-barro se revezam na construção e dividem tarefas, um ajeitando o ninho e outro trazendo o material.  

Conto um pouco desta história, para ressaltar que parcerias público privadas, tão alardeadas durante o período eleitoral são fundamentais para algumas obras serem mais ágeis e não ficarem só no discurso. Os joões-de-barro trabalhando juntos constroem em menos de um mês seu ninho que pesa em média quatro quilos, 80 vezes o seu peso. É preciso de parceria!

 

Hora de mostrar a força gaúcha em Brasília

Um dos membros da Comitiva do Alto Uruguai fez uma foto em Brasília na manhã de ontem (22), onde mostra a força gaúcha no governo Temer: um dos líderes do presidente na Câmara dos Deputados, Darcísio Perondi (PMDB), o Ministro Chefe da Casa Civil Eliseu Padilha (PMDB) e o Ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira (PTB).

Padilha se comprometeu em levar o pleito da Transbrasiliana adiante, já que foi definida como prioridade pela região norte, mesma linha da fala de Perondi que afirmou que sem fantasia é possível sim buscar recursos para esta obra tão crucial para as duas regiões – Alto Uruguai e Planalto.

Agora é aguardar para ver na prática se a força gaúcha que está ajudando a comandar o país, olhe pelos gaúchos, olhe para e região norte, para o Alto Uruguai e o Planalto.

 

Classes que se eternizam nos cargos

Em recente discurso no expediente político do legislativo erechinense, o vereador Márcio Pavoni do Solidariedade fez um discurso forte contra a reeleição. Mas fez questão de frisar que não apenas na política, mas em entidades esportivas, sindicatos, cooperativas: “tem gente que se eterniza nos cargos e isso não deve existir na democracia”.

Pavoni também fez duras críticas ao Distritão, que segundo ele “é uma pouca vergonha para o país”.

Eu diria mais, uma grande vergonha, isso sim. Tão tentando se segurar de todas as formas no cabo da adaga.

 

O saudosismo e o aquário

O presidente da Câmara de Vereadores de Erechim, Ale Dal Zotto (PSB) fez algumas críticas ao governo municipal ao usar a tribuna da casa na semana passada. Para Dal Zotto não adianta ficar fazendo caixa se a população na ponta não sente melhoras no serviço público e não tem suas demandas atendidas: “precisamos ser audaciosos e pensar no futuro, ultrapassar algumas barreiras e sair do aquário em que vivemos”.

No comentário o presidente quis dizer que o saudosismo é bom para manter viva a memória de um povo, mas precisamos olhar para frente. Se bem entendi, se referiu ao atraso de Erechim em relação a outros municípios em determinadas áreas e que se use a tecnologia – que está à disposição de todos – para melhorar, principalmente os serviços públicos, e que as respostas sejam mais rápidas.

 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Áries
21/03 até 20/04
Tenha cautela com informações que ouviu...

Ver todos os signos

Publicidade