22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,44 Dólar R$ 3,96
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,00 Dólar R$ 3,00

Blog do Espaço Espírita

Espiritismo

Desvios da fé

Por Espaço Espírita
Foto Divulgação

Em meados do século VI, nas proximidades de Antioquia, na Síria, um piedoso cristão, chamado Simeão, instalou-se no alto de elevada coluna por ele construída. 

Inteiramente entregue à devoção, era atendido em suas necessidades por amigos e discípulos que o visitavam, diariamente, muitos dos quais lhe imitariam, mais tarde, o exemplo.

No exíguo espaço, dezoito metros acima do solo, submetido às intempéries e ao desconforto, passou os restantes trinta anos de existência, sem jamais descer. 

Algum tempo após sua morte, foi canonizado, recebendo o titulo beatifico de São Simeão, o Estilita. 

Se hoje alguém tentasse realizar a mesma proeza, certamente seria internado em manicômio, mas, na Idade Média, tais aberrações eram comuns e seus autores diziam agir sob inspiração dos anjos ou do próprio Espírito Santo. 

Infelizmente, embora tenha sido proclamado santo, Simeão foi mal inspirado, pois somente gênios das sombras ou entidades galhofeiras poderiam ter sugerido aquele absurdo. 

A auto-flagelação como recurso de purificação e a fuga do convívio social para preservação da virtude, práticas tão comuns nos círculos religiosos medievais, estavam bastante distanciadas dos verdadeiros ideais cristãos. 

Jesus não espera que o discípulo sacrifique senão os sentimentos inferiores que moram em seu íntimo. 

A maneira fácil pela qual o santo foi envolvido confirma as reiteradas advertências feitas por Kardec, de que não basta boa vontade — é indispensável que haja discernimento, isto é, saber distinguir o bem do mal, o certo do errado. 

Para tanto é preciso estudo. Aquele que aplica a inteligência no esforço consciente por assimilar conhecimentos, submetendo-os à análise racional, sem preconceitos ou condicionamentos, sempre enxerga horizontes mais amplos e dificilmente será enganado por falsos sinais, em qualquer campo onde se situe. 

Eminentemente racionalista, o Espiritismo exige que seus adeptos estudem. O espírita tem que se libertar da concepção milenar de que ser religioso é simplesmente freqüentar casas de oração. 
Templo é o Universo, a Casa de Deus tantas vezes desrespeitada pelos desatinos humanos. 

Centro Espírita é escola para a vida eterna. Ninguém pode comparecer a escola sem disposição para aprender — será mau aluno. 

E são justamente maus alunos, arvorados em mestres, os responsáveis pelos desvios, quase tão absurdos quanto a aventura de Simeão, existentes em alguns núcleos espíritas. 

Sem assimilação e prática das normas codificadas por Allan Kardec, será ingenuidade pretender-se o desenvolvimento das tarefas de intercâmbio com o Além, dentro da lógica e do equilíbrio, com plena observância de suas finalidades. 

Sem estudo somente caminhará com segurança aquele que possuir amor em seu coração, primeiro mandamento da Lei que, segundo Jesus, resume tudo. 

Se Simeão, o Estilita, tivesse amor, estaria tão ocupado em socorrer o necessitado e confortar o aflito que jamais seria envolvido por sugestões inferiores. Onde permanece a luz, não há lugar para as sombras. 

Como não somos melhores que o santo de Antioquia, não podemos prescindir do estudo. 

Em primeiro lugar porque estaremos sendo fiéis aos princípios que dizemos esposar, formando comunidades espíritas operosas e produtivas e não simples aglomerados humanos de portas abertas à influência do mal. 

Em segundo lugar porque o conhecimento despertará em nós a consciência do dever. 

Conscientes do dever pensaremos no próximo. 

Pensando no próximo, aprenderemos a conjugar o verbo sublime, na observância do mandamento maior. Então estaremos em condições de dialogar com os anjos.

Leia também

  • Jesus e a família

    Em face do estridor dos camartelos da loucura que grassa em toda a parte, a família sofre-lhe as inevitáveis consequências, desestruturando-se e experimentando os choques violentos que a combatem

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Touro
21/04 até 20/05
O que puder fazer sem pedir ajuda a ninguém,...

Ver todos os signos

Publicidade