22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,43 Dólar R$ 3,94
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,00 Dólar R$ 3,00

Blog do Marlon Santos

Marlon Santos

Vidência Remota

Por Marlon Santos
Foto Divulgação

Vidência Remota

" Projeciologia - imagem do IIPC
Definição: Projeção Parcial das parapercepções visuais da consciência, à distância do corpo humano, simultaneamente com a descrição e o relato oral "ao vivo", pelo projetor dos eventos extra físicos entrevistos ou presenciados, inclusive da psicosfera de encarnados.
Sinonímia: Clarividência ambulante, transe, vidência remota, clarividência de espaço, visão a longa distância, visão remota, expansão da consciência, viagem da mente.
Tipos: A clarividência semi-desperta viajora é um rastreamento executado pela consciência além das barreiras de espaço e dimensões é vista sobre 3 ângulos básicos:
Espontânea: - Voluntária: Normal é comum sem o Transe. Pode ocorrer naturalmente involuntariamente durante os sonhos nas projeções parciais, próximas do corpo físico ocorre a expansão da consciência.
Auto induzida: Clarividência viajora, transe, auto hipnose, nos sonhos, nas projeções parciais por meio de técnicas.
Induzida por terceiros: Através da hipnose, pode-se provocar o transe, muito usado nas TVP - Terapia de Vidas Passadas.
Pode ocorrer de um amparador (guia espiritual) induzir, com ou sem projeções ideoplastizadas (formas-Pensamento).

Vidência Remota:
O remote viewing, constitui uma modalidade da clarividência viajora, que funciona pelo processo espontâneo ou auto induzido, que tem como princípio básico de funcionamento dar ao projetor o local pelas coordenadas geográficas, latitude e longitude. O desempenho neste processo requer muita concentração e atenção integral por parte do Clarividente.
Paralelos entre Projeção Astral e Clarividência Viajora:
Decolagem: - Na clarividência Viajora a consciência não experimenta uma projeção completa, o corpo astral não deixa totalmente o corpo físico. Numa projeção astral a saída é completa.
Fala: - Na clarividência viajora, pode existir um relato do que se vê, existe narração. No caso VÊ e FALA o que vê. Na projeção astral, o corpo físico fica em estado vegetativo.
Permanência: - Mesmo vendo a distância o indivíduo sabe e sente que está no corpo físico. Na projeção ele sente-se fora do corpo.
Parapercepção:- No caso da Clarividência Viajora, não existe interação, não existe o tato, o contato, apenas a visão a distância. Nas projeções pode-se interagir com o meio ambiente.
Participação: - Na clarividência viajora, o clarividente não é visto, ou percebido em alguns casos é uma manifestação energética mental, na projeção astral, ele é visto porque está dentro do contexto, como entidade espiritual.
Translocação: - Na clarividência Viajora, não existe deslocamento, sintomas pré-projetivos, nem deslocamento do corpo astral pelo espaço.
Cordão: - Não existe cordão astral (formação energética que liga dois pontos). Na projeção astral, ocorre a bi locação, porque o corpo astral, poderá ser visto por encarnados num processo de auto materialização.

Paralelos entre encarnado e desencarnado no plano astral:

1º) Cordão Astral: O encarnado é ligado ao seu veículo tridimensional físico por meio de um elo energético.
2º) Etérico: O encarnado apresenta em graus variáveis densidades de ordem semimaterial.
3º) Lucidez: O encarnado possui uma lucidez variável tanto de uma experiência para outra como dentro da própria experiência.
4º) Tempo: O encarnado vive rapidamente suas experiências astrais sempre como visitante não como morador. Por isso não possui as habilidades do desencarnado.
5º) Peso: O encarnado pesa mais que um desencarnado, tem movimentos mais lentos, justamente por carregar densidades corpóreas.
6º) Volume: O encarnado possui uma aparência mais volumosa, parece inchado, até por carregar o duplo etérico, mas também pelo fluxo energético entre os corpos feito através do cordão astral.
7º) Autoluminosidade: O desencarnado, possui traços mais visíveis, maior luminosidade, maior transparência em relação ao encarnado. Mesmo se levarmos em consideração o grau espiritual, a visibilidade entre ambos é notória quando o observador está lúcido. Os motivos são no invólucro denso que o encarnado leva ao se projetar. Raro são os encarnado que conseguem um corpo astral límpido dessas densidades.

8º) Atração: O encarnado sofre ação direta do corpo físico.
9º) Porto Seguro: O encarnado tem no corpo físico, uma fuga segura quando atacado extrafisicamente por entidades perturbados desencarnadas. Um desencarnado quando sobre tal ataque, não tem esse porto seguro.
10º) Transfiguração: O desencarnado sabe manipular com maior habilidade auto- transformações além de ter facilidade, por ter um corpo astral enxuto livre das densidades.
11º) Condicionamentos: O encarnado tem condicionamento psicológicos como respirar, caminhar, medo de altura, receios oriundos do plano tridimensional que vive.
12º) Confrontações: O encarnado leva desvantagem em confrontos e embates com criaturas desencarnadas.
Marlon Santos
por Waldo Vieira

 

Leia também

  • Geração espontânea

    Observa-se que no mundo atual o princípio da geração espontânea aplica-se aos seres de organismo extremamente simples, rudimentar, do reino vegetal e animal, como o musgo, o líquen, o zoófito, os vermes intestinais

  • A gênese orgânica

    As revoluções gerais ocorreram durante as fases de consolidação da crosta terrestre; são os períodos geológicos que se sucederam de forma lenta e gradual, exceto o período diluviano que transcorreu de forma repentina.

  • Reencarnação- limites

    A encarnação não tem limites. Esta se processa de acordo com a evolução de cada um; assemelha-se a uma criança que cursa o pré-primário e que nos perguntasse:

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Escorpião
23/10 até 21/11
Você terá sempre o direito inalienável...

Ver todos os signos

Publicidade