22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,42 Dólar R$ 3,93
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,00 Dólar R$ 3,00

Blog do Dennis Allan

Dennis Allan

Salmo 92 Plantados na casa do Senhor

Por Dennis Allan
Foto Divulgação

Salmo 92 Plantados na casa do Senhor

Dennis Allan

O livro de Salmos servia como o principal hinário do povo de Israel no período do Antigo Testamento. O livro inclui salmos que descrevem circunstâncias específicas e outras preparados para ocasiões especiais. Muitos dos salmos, porém, serviam para uso na adoração em qualquer momento. O cabeçalho do Salmo 92 sugere que esse cântico foi para uso geral nos cultos de sábado, o dia especial de louvor no Antigo Testamento, e seus primeiros versos falam de louvor em qualquer hora.

O hino abre com declarações de louvor para Deus, expressando adoração em todos os momentos: Bom é render graças ao SENHOR e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo, anunciar de manhã a tua misericórdia e, durante as noites, a tua fidelidade, com instrumentos de dez cordas, com saltério e com a solenidade da harpa” (versos 1 a 3).

Os próximos versos afirmam a dignidade de Deus como o objeto de louvor: “Pois me alegraste, SENHOR, com os teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos. Quão grandes, SENHOR, são as tuas obras! Os teus pensamentos, que profundos!” (versos 4 e 5).

Depois de declarar a posição de Deus como o único digno de adoração, o resto do Salmo divide as pessoas em duas categorias: (1) Os insensatos pecadores que se colocam como inimigos do Senhor e (2) os justos que encontram seu lugar permanente na presença de Deus.

Os inimigos de Deus não reconhecem a grandeza dele e nem a sua própria fragilidade (versos 6 e 7). Qualquer prosperidade que têm é temporária, pois a destruição os espera, por serem adversários do eterno e exaltado Senhor (versos 7 a 9). O autor desse Salmo entendeu um fato que frequentemente ignoramos: pecar não é apenas quebrar alguma regra impessoal; é ofender o eterno Criador. Deus nos fez para obedecer, servir e adorar a ele nesta vida e por toda a eternidade. Quando nos rebelamos contra o Senhor, negamos nosso próprio propósito e rejeitamos aquele que nos deu vida.

A segunda categoria de homens honra o Criador e encontra sua proteção nele. A força e glória dos servos do Senhor vêm dele (verso 10), pois ele dá aos fiéis a vitória sobre seus inimigos (versos 10 e 11). Aqui, observamos outro fato encontrado várias vezes nas Escrituras, especialmente nos Salmos: os inimigos de Deus são os inimigos dos seus servos, também. Não há lugar na vida do cristão para vingança própria, mas Deus promete a justiça, como o apóstolo Paulo ensinou: “Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens; não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor” (Romanos 12:17-19).

 

Em contraste com os injustos que são dispersos e destruídos, os justos são estabelecidos firmemente. Estes são como árvores grandes e fortes (verso 11), mas aqueles são como ervas que perecem logo (verso 7). Os justos encontram seu lugar na presença de Deus, plantados na sua casa louvando a sua justiça (versos 13 a 15), enquanto os ímpios são espalhados e banidos da presença do Senhor (versos 7 e 9).

 

Séculos depois da composição desse Salmo, Paulo frisou a certeza dessa distinção eterna: “se, de fato, é justo para com Deus que ele dê em paga tribulação aos que vos atribulam e a vós outros, que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder, em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus. Estes sofrerão penalidade de eterna destruição, banidos da face do Senhor e da glória do seu poder, quando vier para ser glorificado nos seus santos e ser admirado em todos os que creram, naquele dia (porquanto foi crido entre vós o nosso testemunho)” (2 Tessalonicenses 1:6-10).

A escolha é nossa: ser dispersos e destruídos ou plantados para sempre na casa do Senhor!

www.estudosdabiblia.net

 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Leão
22/07 até 22/08
Está tudo bem, está tudo certo, mas pela sua...

Ver todos os signos

Publicidade