Blog do Gleison Wojciekowski

Lírio Konzen fez parte da banda Tema de Lara e do conjunto musical Imperial

A bandinha de Lírio Konzen

Por Gleison Wojciekowski
Foto Divulgação

Lírio Konzen nascido na cidade de Três Arroios, especificadamente na Linha Konzen, na data de 12 de Abril de 1950, contado hoje com um pouco mais de sessenta e oito anos de idade, filhode Alfredo Konzen e Maria Luiza Schmidt, família composta de mais oito irmãose duas irmãs.

Lírio e Dulce Drescher Konzen contraíram matrimonio no dia 06 de fevereiro de 1971, o casal tem duas filhas, Elenice e Jaqueline Elisa e um filho, Alfredo Germano. Lírio é avô de quatro netos, sendo que Luan Kuhn, o mais velho, começou a estudar teclado, mas em virtude de estudos e faculdade não conseguiu manter a música em seus estudos.

Aos 15 anos de idade Lírio dizia à sua mãe que pretendia ser músico e seu primeiro instrumento foi um trombone trazido da cidade de São Paulo. Suas primeiras aulas de música foram ministradas pelo seu vizinho chamado Germano Weschenfelder, porém, com o falecimento da sua esposa as aulas foram encerradas.

No entanto o amor pela música não esmoreceu, e juntamente com seu amigo João Keller, já falecido,aprenderam a tocar e juntosorganizaram a Banda Tema de Lara no ano de 1969, e o primeiro evento tocado pela banda foi no casamento de Tarsila Bergamin.

A Banda Tema de Lara, nesta época, era formada por Lírio Konzen no trombone, João Keller no acordeom, Paulo Braitenbahr na bateria, Rubens Weber no trompete, Guilherme Allebram no saxofone soprano e Tonico Bresolin na guitarra, sendo este último integrante incorporado à banda após terem tocado o primeiro evento no casamento citado, Lírio permaneceu na Banda Tema de Lara até o ano de 1999, quando vendeu sua parte da banda para um músico de Erechim.

Após sair da Banda Tema de Lara Lírio seguiu sua jornada musical por cinco anos na Banda Imperial, composta pelos seguintes músicos, Danilo Antunes de Oliveira no teclado, Euclides Savegnago no trompete, Edson Savegnago, Everton Savegnago, Julio na guitarra e Ari no baixo.

Lírio Konzen encerrou sua carreira profissional como músico devido a problemas de saúde, na cidade de Salto do Monte, no estado do Paraná, no ano 2005 em uma apresentação do grupo Canto e Alma composto pelos músicos, Juliano Sirena na bateria, Hélio Schosller no saxofone, entre outros, porém, continuou tocando por hobbie, por muito tempo ainda, especificadamente até dia 19 de dezembro de 2015 quando foi hospitalizado por problemas cardíacos.

Durante sua carreira musical gravou dois discos, juntamente com a Banda Tema de Lara, um deles no ano de 1981, quando Lírio Konzen atuou como trombonista, e também faziam parte do grupo Euclides no trompete, Lino Salvino teclado, Valdir Fuzinattono saxofone, Adolfo Fuzinattono contrabaixo, Alsindo Schafer (Barila) também notrompete, Elpídio Schefer na bateria, Pio Ricardo Klein na guitarra. Além dos dois discos com sua participação, gravou ainda um CD com a Banda Imperial e tem participação recente no disco de "Os Cinquentões".

O grupo Os Cinquentões é formado por Lírio Konzen e Diego Savegnago nos trombones, Rubens Weber no bombardino, Edécio Klein e Tarcísio Klein no trompete, Silvio Schmidt no saxofone alto, Valdir Kunrath e Ademir Savegnago nos saxofones tenores, Euclides Savegnago na Tuba, Sovenir Betinski, Mandio Pezenatto e José Almiro Kuhn no acordeom, Aneldo Fuzinatto no violão, Isair Pezenatto na bateria, Ariovaldo Schefer no Bumbo, Ornélio Janisch e Felício Capeletti no pandeiro.


 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Libra
23/09 até 22/10
Apesar do dia de folga, se não souber manter o foco...

Ver todos os signos

Publicidade