22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04

Blog do Salus Loch

A cada 5 horas, Erechim registra uma ocorrência de violência contra a mulher

Por Salus Loch

Comportamentos deturpados afetos de forma direta aos padrões culturais de masculinidade e feminilidade seguem fazendo vítimas em Erechim, no Brasil e no mundo. Em âmbito local, os números impressionam: só em 2018, 1.717 boletins envolvendo violência contra a mulher (quase 5 por dia) foram registrados na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Erechim (Deam) – cabendo às ameaças e às lesões corporais 40% deste montante (20% cada). Os dados, aliás, se equivalem a 2017, quando um total de 1.718 registros foram lavrados na Deam.

Detalhe, a bestialidade corre solta dentro de casa: 90% das ocorrências nasceram no âmbito familiar – quando maridos ‘machões’, pais, enteados, filhos ou netos se dão ao direito de agredir a esposa, a filha, mãe, a avó, ou até mesmo crianças.

A estatística, embora, fria, também é perversa. Nojenta. Expõe um contexto onde o amor e a subserviência se misturam na dose exata da destruição de sonhos e de vidas. ‘Empoderar’ a mulher mostrando caminhos, elevando a estima e apontando para a independência é uma das saídas. Isso demanda mudança de cultura, que não se faz de uma hora para outra, infelizmente.

Todavia, se é verdade que o problema da violência é da sociedade, não menos verdadeiro é o fato de que aos gestores cabe a implantação de políticas públicas a fim de brecar a barbárie, em que pese avanço importante tenha se dado com a Lei Maria da Penha (11.340/2006).

Neste sentido, de igual modo é de bom alvitre a notícia de que Erechim deve receber, em breve (esperamos), uma casa de atendimento multidisciplinar às mulheres vítimas de violência. O espaço (foto), construído com recursos de emenda federal (R$ 300 mil) e contrapartida da prefeitura (R$ 69,9 mil), está pronto e deve ser entregue à secretaria da Cidadania nos próximos dias. Resta, no entanto, o desenlace de questões legais (o objeto/uso da área, entre eles) e o próprio custeio do serviço.

A verdade é que, apesar da existência há quase uma década da Delegacia da Mulher em Erechim, se faz urgente pensar com mais carinho a respeito do tema naquela que, dizem, é a Capital da Amizade. É preciso atuar em rede na prevenção, acompanhamento e recuperação daquelas que ‘ousam’ sobreviver e seguir adiante, assim como em seu entorno.

A Casa multidisciplinar/abrigo da prefeitura é bem-vinda e necessária, mas só com ela, os lares seguirão sendo testemunhas da selvageria daqueles que dormem ao lado.

* Entre 2017 e 2018, Erechim registrou 2 feminicídios consumados e 6 tentados. A casa multidisciplinar da Mulher pode (e deve) ajudar a combater tais números. É preciso coloca-la para funcionar.

* No Brasil, uma mulher é vítima de violência física ou verbal a cada dois segundos. Fonte: Instituto Maria da Penha.

________________________________ 

Cidade limpa

Bernardo Shaw Shaw, o Bufão, comemora – irônico – o fato de que Erechim, diferente das praias de SC, da Orla do Guaíba, ou de outros centros que foram tomados por turistas e sujeira pós-reveillon, manteve-se ‘incólume’ à porquice dos homens.

- A limpeza das praças, ruas e avenidas é uma das vantagens de se transformar (a cidade) num deserto”, ensina.

___________________

Menos viagens

Um total de 186 mil pessoas partiram da rodoviária de Erechim para outros destinos dentro do RS, em 2018. Os números representam queda de 16% na movimentação em relação ao ano anterior conforme o administrador do espaço Adilo Adami. Segundo ele, as principais causas da diminuição seriam a situação econômica, crescente fluxo de veículos, surgimento de aplicativos e caronas.

 ____________

‘Canhão’ Creral

Em 2019, ano em que completa seu cinquentenário, a Creral – a partir de suas três operações: Geração de Energia, Distribuição e Telecom – deve registrar crescimento superior a 15%. Destaques à entrega da PCH Forquilha IV (investimento com parceiros de R$ 74 milhões e potência instalada de 13 MW); ampliação do alcance das telecomunicações/Telecom (campo e cidade); início das obras de uma nova usina termelétrica de biomassa em Capivari do Sul (aos moldes da recém-inaugurada unidade de São Sepé); além do possível ingresso no mercado da energia solar (fotovoltaica).

# Em relação à Telecom, por exemplo, meta é saltar dos atuais 16 mil clientes (11 mil deles em Erechim) para mais de 20 mil nos 37 municípios de atuação. Tal crescimento engordará a participação das telecomunicações no negócio da cooperativa, que hoje é de 20%. Geração e distribuição respondem, cada um, por 40% do total.

# Definitivamente, a Creral tem um canhão – de desenvolvimento regional e inclusão – nas mãos. Sobre isto, na edição deste sábado (4), o Bom Dia traz entrevista com o presidente da cooperativa, Alderi do Prado. Vale a leitura.

 

Curtíssimas

# Funções diretivas da Câmara Municipal, sob a presidência do vereador Alderi Oldra (PT), já estão definidas. A direção geral ficou aos cuidados de Rodrigo Oliveira; direção legislativa, Emílio Nadaletti; administrativa, Beatriz Lazzarotto; assessoria jurídica, Franciele Momo; e chefia de gabinete com Lauren Bianchi. Na TV Câmara, atuais membros da equipe foram mantidos.

# Mais de R$ 11 milhões: Este é o valor que o governo do RS deve às secretarias municipais de Saúde da Amau – sem contar os hospitais. Tal realidade impõe aos combalidos cofres das prefeituras investimentos no setor que superam (com folga) os 15% estabelecidos na Constituição. Há casos no Alto Uruguai em que administrações injetam mais de 26% das receitas na saúde. Dados são referentes ao período 2014/17 e estão disponíveis no SIOPS.

# Só a secretaria de Saúde de Erechim tem para receber mais de R$ 3,4 milhões. Enquanto isso, linha de investimentos na área por parte do município é ascendente: de 17,7%, em 2014, para cerca de 25% em 2018.

# Já o Hospital Santa Terezinha espera por R$ 4,5 milhões de valores atrasados (90% relacionados aos chamados ‘incentivos’). Outros R$ 3,5 milhões referentes ao excedente da produção também não foram faturados. Segundo o diretor-presidente, Helio Bianchi, saída será buscar ampliação dos valores do contrato de produção, além de apertar o cerco (e a cobrança) junto ao governo Leite. ‘Não podemos apequenar o Hospital em razão da situação do Estado’, resume Bianchi.

# Enquanto o Presídio de Erechim literalmente desmorona (fruto da inapetência geral), é com bons olhos que se percebe a movimentação da Polícia Civil para construção de um espaço integrado capaz de concentrar serviços, hoje dispersos por Erechim (e que nem sempre atendem às necessidades da população e servidores da segurança). Segundo informações, novo prédio – graças à parceria público-privada – tem chances de sair do papel em breve.

# Grupo Passarella avalia como satisfatório o resultado inicial das operações em Erechim.  'Está dentro do que tínhamos previsto', observa o diretor de Marketing da empresa, Edenir Fernando Rosset.

# Sucesso do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), pode representar, de fato, mudança – real – na política nacional. A conferir. 

# Com a volta das férias do prefeito Luiz Francisco Schmidt (PSDB), governo apresentará nas próximas horas as primeiras mudanças na composição de equipes. Leandro Basso (PRB) deixa a Agricultura para assumir a Cultura, Esporte e Turismo; enquanto na Saúde o retorno de Dercio Nonemacher (MDB) é dado como certo. Há, no entanto, projeção de novas alterações que podem ser decisivas na metade final da gestão ‘Schmidt II’. O tempo e os acertos em tais escolhas dirão se há espaço para ‘Schmidt III’, mesmo que o alcaide descarte a busca de novo mandato.

 

C@nto Digital

Empresas japonesas como a SkyDrive, que tem a Toyota por trás, esperam fazer o voo inaugural de seu carro voador na Olimpíada de Tóquio, em 2020. Três anos depois, ideia é iniciar a comercialização do veículo – que deve ter decolagem vertical e atingir cerca de 150 metros de altura e velocidade de 100 km/h.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
Termine de arrumar tudo que vem sendo organizado e se...

Ver todos os signos