0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Blog do Coluna do Leitor

Psicologas

Inteligência emocional como precursor de qualidade de vida

Por Coluna do Leitor

Ana Aiko Müller e Roberta Battesini*

A principal diferença entre os animais e o homem está na habilidade que temos na consciência em desenvolver sentimentos e emoções. A inteligência emocional é uma capacidade humana de conhecer e controlar essas emoções.

Ela é um conjunto de aptidões, competências e habilidades que influenciam o indivíduo a lidar com as demandas e pressões do ambiente, alcançar seus objetivos e no desenvolvimento de uma vida mais saudável.

Pessoas com baixa inteligência emocional dificilmente sabem o que querem, não conseguem reconhecer suas fraquezas, desconfiam das próprias emoções, são incapazes de entender o outro, sofrem com a inconstância e a falta de desenvolvimento de metas.

A pessoa que possui uma boa inteligência emocional consegue se conhecer melhor e entender melhor o que outras pessoas estão sentindo. Ter conhecimento sobre as próprias emoções ajuda no controle dos impulsos, o que melhora a qualidade das relações e auxilia em diversas áreas da nossa vida.

Lidar com as emoções é importante, pois vivemos sobrecarregados com as tarefas do dia a dia, que exigem que saibamos controlar nossas emoções diante dos obstáculos da rotina. Não perder o controle é um identificador de pessoas com alto nível de inteligência emocional.

Para isso, como muitos pensam, não é necessário ter um QI acima da média, mas sim, desenvolver sua inteligência emocional para saber lidar com as questões da vida. O aprimoramento dessa competência pode ocorrer através da prática de 5 passos: autoconhecimento, conhecer o outro, autocontrole, motivação e liderança.

O autoconhecimento envolve estar atento aos próprios hábitos e conhecer as emoções diante das situações, isso auxilia na hora de refletir e agir de forma diferente no processo de mudança.

Conhecer e entender o outro e como ele se sente é muito importante, e como nós precisamos uns dos outros, o melhor é se todos cooperarem para isso. Quando a gente se coloca no lugar do outro e entende seus sentimentos, faz com que os relacionamentos se tornem mais fortes e confiáveis.

Nós agimos por impulso quase o tempo todo. O ser humano tem a predisposição de ativar a emoção em todo e qualquer ato. Saber controlar os impulsos, contribui na flexibilidade de saber se adaptar nas diferentes situações.

A motivação é a finalidade para a ação, somente motivados conseguimos alcançar nossos objetivos.  É muito importante sempre acreditar no seu potencial e na habilidade de superar dificuldades, fazendo do seu emocional seu maior aliado.

A liderança consiste em colaborar com o trabalho de todos, construir relações positivas e administrar disputas internas, assim, ajuda a fortalecer nossos laços afetivos e profissionais.

Colocar em prática os pilares da inteligência emocional facilita a tomada de decisões conscientes e a construção de relacionamentos mais saudáveis, melhorando assim a qualidade de vida de quem a domina. Quem desenvolve a própria inteligência emocional leva uma vida mais positiva e satisfatória.

*Psicólogas

 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Leão
22/07 até 22/08
Bom momento para dar o primeiro passo atrás do sonho...

Ver todos os signos

Publicidade