13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,20 Dólar R$ 3,72
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,20 Dólar R$ 3,72

Blog do Neivo Zago

A T I T U D E

Por Neivo Zago

"Não deixe pra amanhã para pedir perdão, Não deixe pra depois o que pode fazer

A vida é um segundo e não dá tempo ao tempo. E amanhã pode ser tarde pra se arrepender" (Oswaldir e Grupo Nativo).

Dentre outras concepções o dicionário me socorre para melhor definir a palavra, atitude: ação, conduta, procedimento, exteriorização de um intento ou de um propósito, norma de procedimento, comportamento, ou seja: praticamente tudo, o que fazemos tem a ver com essa palavra mágica e até, de certa forma, enigmática. Minha escolha, portanto, de escrever sobre "isto e não aquilo" não deixou de ser resultado de uma atitude, de uma opção dentre, outras possíveis.

E, seguindo a senda do texto da semana pretérita quando destaquei o texto (musicado do amigo Luís Baú, "Ainda há tempo" - que lamentava o descuido com a natureza), achei procedente e conveniente também fundamentar o meu ponto de vista de hoje, tendo como pressuposto a letra do grupo acima citado. Ela diz tudo, absolutamente tudo, além de ser bela a composição musical que pode ser visitada na internet.    

"Tem que ter atitude pra viver feliz

Tem que ter atitude pra compartilhar

Pra dividir o pão a alma e o sorriso

Pra estender a mão, quando isso for preciso

Tem que ter consciência que ninguém tá só

Quando se tem amigo, a vida é bem melhor.

Tem que ter atitude pra falar a verdade

Para ter honestidade, ter opinião

Para dar o ombro amigo pra quem tá chorando

Prá pedir um abraço quando precisamos

Tem que ter atitude pra falar de amor

De forma verdadeira quem nos dá valor

Tem que ter atitude prá falar com Deus

Pra agradecer a fé de joelhos no altar

Prá ouvir o bom conselho e os ensinamentos

Do velho que já foi criança em outros tempos

Pra visitar a mãe, o pai e os irmãos

Tem que ter atitude pra se dar as mãos".  

Lembro-me de uma pessoa saudosa que costumava dizer: nós somos frutos das nossas escolhas. Escolhas essas que nem sempre temos a certeza de fazê-las, mas que para realizá-las precisamos tomar atitudes. A primeira atitude a ser tomada é levantar da cama para iniciar a rotina. Isso, pode até ser difícil, mormente em uma manhã gélida quando a vontade primeira seria continuar dormindo.

Há poucos dias em uma celebração litúrgica o padre Maicon, cuja homilia é sempre profunda e significativa (assim com o são as dos demais padres e bispos, principalmente às quais tenho acesso), dizia ele que, na sua atividade pastoral visitando pessoas doentes, ouvia relatos inquietantes. De uma pessoa debilitada, cujo lar acaba sendo a sua proteção ouviu que ela não conseguia tomar outra atitude (para não dizer: conseguia fazer outra "coisa") do que rezar. E não rezava pouco, pois chegou a recitar o terço até cinco vezes por dia. Isso me marcou e fez-me questionar: Afinal de contas rezar não é também tomar atitude? Como diz a letra acima: "Tem que ter atitude pra falar com Deus". E a oração não deixa de ser uma forma gratificante de falar com Deus? Certamente, o é. Ter fé, rezar e acreditar são atitudes necessárias é até cientificamente comprovadas pela medicina e pela ciência, pois auxiliam na recuperação de pacientes. A fé, a crença e as rezas valem não apenas quando as pessoas se encontram doentias, mas sempre. Então (sem querer julgar ninguém, pois é uma questão de livre arbítrio), mas fica a pergunta: Por quais razões muitas pessoas encontram desculpas ao dizer que não tem tempo para ler a bíblia ou ir à igreja?  

E, nesse embate bélico, no fogo cruzado entre escolhas e atitudes, recorro à Cecília Meireles, para finalizar, utilizando um excerto do seu belo poema "Ou isto ou Aquilo". A escritora faz, no seu texto, uma leitura magnífica sobre como as tomadas de decisões nem sempre são tão simples assim: Não sei se brinco, ou estudo, se saio correndo ou fico tranqüilo( ...) Mas não consegui entender ainda qual é melhor; se é isto ou aquilo".

P.S.: Em um dessas tantas "filas de espera do cotidiano" deparei-me com o colega e amigo leitor Azir Artifon e a Ivete Warcken (viúva do saudoso Urbano, cuja escrita era um dos seus pendores).

Lembrando-os, incluo você assíduo, ou leitor eventual que me honra com a sua leitura, que espero possa ter feito algum sentido.

Publicidade

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Touro
21/04 até 20/05
O que puder fazer sem pedir ajuda a ninguém,...

Ver todos os signos

Publicidade