Blog do Jaime Folle

Divulgação

Mestres da esperteza

Por Jaime Folle

Na última semana fomos avassalados de notícias sobre os mestres da esperteza na política brasileira.

A esperteza que fez a corrupção virar cultura nacional.

O incentivo à inteligência e a iniciativa dos cidadãos de bem e dos jovens, deu lugar à negociação de cargos públicos, bolsas de tudo que é tipo, voltamos a antiga forma de pão e circo, que no Brasil prevalece até hoje.

Não precisamos pesquisar muito ao longo de nossa história para verificar o que nossos políticos fizeram e hoje os resultados que colhemos são ladrões no quintal de nossas casas e ladrões nos meios palacianos em um lado assaltantes encapuzados à luz do dia explodindo cofres, do outro assaltantes engravatados trocando propinas por favores e além de tudo isso ainda temos os pedintes nas nossas portas, favelas nas periferias, sem falar no descontrole do álcool e da droga que alguns espertos já estão querendo liberar e transformar em livre mercado, sem restrições de compra e consumo.

De longas datas estamos numa gangorra de altos e baixos com governos cegos que, para salvar a conta das grandes empreiteiras, conseguiu endividar e acabar com a maior e mais bem conceituada empresa brasileira que é a Petrobrás.

Vimos um Fernando Henrique Cardoso no meio de um tremendo escândalo amoroso e de corrupções acobertadas na sua época de presidente, atingindo diretamente um futuro candidato que é o Aécio Neves, que também existem dúvidas sobre sua conduta. Por outro lado o ex-presidente Lula, não consegue explicar o escândalo de desvios e corrupções a seu favor, ganhando dez milhões em palestras para o Instituto Lula além das outras falcatruas de empreiteiras, sítios e apartamentos. E a pobrezinha da Dilma se vendo aos tombos com sua equipe, nem ela mais tem noção do tamanho e da quantidade de corruptos e ladrões sem carapuça que vivem sobre o seu comando.

A sociedade brasileira está se transformando em longas filas de cidadãos à espera de alguma coisa que venha de graça, e isso está acontecendo porque grande parte da nossa história pública foi construída por mestres da esperteza que viram no mundo da política uma forma fácil de atuar, e os inteligentes nas suas dúvidas cederam espaços para a proliferação deles, por isso estamos hoje colhendo os frutos dos mestres da esperteza.

Como já escrevi em outra ocasião. “Não temas os inteligentes e sim os espertos, pois ao travar uma luta com os inteligentes, eles sempre te atacarão pela frente, isso significa que você vai ter a chance de também vencê-los, enquanto que os espertos sempre te atacarão pelas costas, isso significa que você terá poucas chances de vencê-los”.

Até a próxima!

Leia também

  • Os negativistas

    Os negativistas, também conhecidos como pessimistas, são todas aquelas pessoas que por índole própria veem o lado negativo dos seres humanos e das coisas. Eles estão sempre criticando e reclamando das situações. Bem antes de quaisquer situações ocorrerem, elas formulam suas opiniões, que na maioria das vezes, não possuem nexo e algumas chegam a ser estapafúrdias e/ou esdrúxulas.

  • A supervalorização do eu e a Torre de Babel

    No mundo atual, infelizmente estamos repetindo esta cena lamentável de milhares de anos atrás. Há uma clara situação de que o egocentrismo está fazendo com que homens e mulheres se casem ou decidem morar juntos e querem permanecer vivendo seu mundo particular sem se preocupar com o outro. Para que um casamento de certo, precisa morrer a figura do Eu e nascer a figura do Nós!

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Aquário
21/01 até 19/02
A fase lunar nova ocorre no setor de relações...

Ver todos os signos

Publicidade