0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Blog do Dennis Allan

A Derrota da Amazias

Por Dennis Allan

Amazias não foi o melhor rei de Judá, mas seu reinado começou bem (2 Reis 14:1-3). Nos primeiros anos do seu governo, ele respeitou a vontade de Deus e venceu uma guerra contra os edomitas (2 Crônicas 25:5-13). Depois dessa vitória, ele cometeu um erro grave. Amazias deveria ter honrado a Deus por permitir sua vitória, mas fez o oposto. Ele se esqueceu do desafio que Josué lançou 600 anos antes quando perguntou se os israelitas serviriam o Deus que lhes deu a vitória ou os deuses dos povos que eles derrotaram (Josué 24:15). Amazias trouxe os ídolos do povo derrotado e começou a adorar esses falsos deuses (2 Crônicas 25:14-15). Quando foi alertado por um profeta de Deus, ele recusou ouvir a correção, por se achar superior ao mensageiro que o Senhor mandou (2 Crônicas 25:15-16).

Amazias juntou duas atitudes perigosas que levaram a consequências graves:

(1)    Ele foi arrogante. Sua rejeição do profeta de Deus demonstrou seu orgulho. Amazias esqueceu que seu poder dependia do favor divino, e se exaltou contra o profeta com ameaças: "Por acaso pusemos você por conselheiro do rei? Pare com isso! Por que teríamos de matar você?" (2 Crônicas 25:16).

(2)    Ele foi ambicioso. Depois da vitória decisiva sobre os edomitas, Amazias se sentiu imbatível. Quando ele desafiou o rei de Israel a uma batalha, este corretamente diagnosticou o problema e aconselhou Amazias a desistir do seu plano: "Você diz: 'Eis que derrotei os edomitas', e o seu coração se encheu de orgulho, para você se gloriar. Agora fique em casa. Por que provocar um mal que trará somente desgraça para você e para Judá?" (2 Crônicas 25:19). Mas o rei persistiu e sofreu uma derrota humilhante. O rei de Israel capturou Amazias e o levou até Jerusalém, capital de Judá, onde ele derrubou parte do muro da cidade e levou os tesouros do templo e da casa do rei (2 Crônicas 25:22-24).

O arrogante e ambicioso rei foi humilhado e enfraquecido. Continuou reinando por alguns anos, mas, aos 54 anos de idade, foi assassinado.

O rei Amazias viveu há 2.800 anos, mas ainda oferece uma excelente ilustração do princípio bem-conhecido e pouco respeitado: "Antes da ruína vem a soberba, e o espírito orgulhoso precede a queda" (Provérbios 16:18).

O desafio para nós é claro: "O SENHOR detesta todo aquele que é orgulhoso; é evidente que este não ficará impune" (Provérbios 16:5). Vamos confiar na sabedoria de Deus e evitar a tolice de Amazias!

www.estudosdabiblia.net

 

Publicidade

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
Termine de arrumar tudo que vem sendo organizado e se...

Ver todos os signos

Publicidade