Euro R$ 3,94 Dólar R$ 3,21

Blog do Espaço Espírita

Divulgação

Os bem aventurados

Por Espaço Espírita

Jesus, nosso Mestre e Guia, nos pergunta: Qual a nossa destinação na Terra? Aprendemos com as circunstâncias da vida? Temos fé? Se sabemos o que ele quer o que fazemos com os sofredores do caminho?

Ele nos pede: Caridade, ação, luta, e conquistas contra nossas imperfeições.

"Bem-aventurados os pobres de espírito, pois que deles é o reino dos céus."

"Bem-aventurados os que têm puro o coração, porquanto verão a Deus."

"Bem-aventurados os que são brandos, porque possuirão a Terra"

"Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus."

"Bem-aventurados os que são misericordiosos, porque obterão misericórdia" (MATEUS, cap. V, v.3, 8, 4, 9 e 7.)

Ele nos pergunta: Quais dentre os homens serão os bem aventurados? Como é a justiça de Deus?

Ai Ele nos ensina: Que aqueles que forem humildes, forem bons e pacíficos e que tenham compaixão pelo próximo serão bem aventurados.

Ele nos pede: Que sejamos bons, misericordiosos e humildes.

"Quando alguém bater a sua face direita, ofereça a outra".

"Sejamos mansos com a pomba, mas espertos com a serpente".

"Não vos digo que perdoeis até sete vezes, mas até setenta vezes sete vezes." (MATEUS, cap. XVIII, vv. 15, 21 e 22.)".

Ele nos pergunta: Quantas vezes devemos perdoar nossos inimigos? Devo perdoar alguém que quer me prejudicar? Devo retribuir o mal com o mal ou o mal com bem?

Ele nos ensina: Perdoar quem nos ama é fácil. Perdoar nossos inimigos, sem restrição e com o coração (em atos e palavras) é o verdadeiro trabalho do Cristão. Retribuir o mal com o mal nos ajudará em que? Se não formos melhores que aqueles que nos perseguem, estaremos nos igualando a eles ou até nos rebaixando. Será que assim faremos uma comunidade de irmãos nos preceitos do Amor?

Ele nos pede: Perdoar sempre. O nosso inimigo atualmente é nosso irmão de outrora. Analisar a culpa da inimizade: é meu orgulho pedindo passagem, para a minha intransigência, ou será que aquele que se diz meu inimigo é o problema? Tenhamos cautela com os nossoa inimigos, mas nem por isso deixamos de orar por eles. Aconselhemos e orientemos. Jesus foi perseguido, humilhado e crucificado, mas nem por isso deixou de amar o seu próximo, ele disse "Perdoa-lhes Pai, eles não sabem o que fazem".

Ele nos pergunta: Será que entendemos a caridade como ela deve ser entendida? O que fazemos ao nosso próximo mais próximo?

Ele nos ensina: Se amamos ao próximo como a nós mesmos, deveremos fazer aos outros o quereríamos que os outros nos fizessem.

Ele nos pede: Que devemos fazer a caridade nas suas mais variadas formas: a ajuda monetária, uma conversa amiga, um conselho, uma visita aos doentes, ensinar aqueles que não sabem escrever ou ler, enfim qualquer ato de solidariedade para com o próximo.

Pensemos nisso!

União Municipal Espírita de Erechim

Leia também

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Libra
23/09 até 22/10
A fase lunar nova ocorre no setor de metas e...

Ver todos os signos

Publicidade