Euro R$ 4,01 Dólar R$ 3,25

Publicidade

Blog de Neivo Zago

Geral

Neivo Zago

Neivo Zago, especialista em Língua Inglesa (Unisinos) e mestre em Línguística (UFSM). Professor de português e de inglês desde 1974, ininterruptamente.

Lecionou em escolas estaduais e particulares (curso de inglês). Atualmente trabalha na URI. 

É colaborador assíduo escrevendo às sextas-feiras sobre assuntos gerais, específicos e temas do cotidiano.

  • Que tal começarmos dando o exemplo

    Por Neivo Zago

    Seguidamente temos o costume de reclamar dos outros dentre os quais os políticos, sempre o alvo preferido, as autoridades; enfim, quando algo não funciona a contento a culpa é deles. Mas, nem sempre a razão está conosco, até porque se analisarmos bem, nós veremos que também temos a nossa parcela de responsabilidade.

     

    Os dias e as datas do calendário civil e religioso correm céleres, e à medida que vamos envelhecendo parece que, não apenas correm, mas voam. Parecem dias festejávamos o Natal e em seguida o Ano Novo. Foi-se o mês de janeiro, muito célere e o carnaval recém terminou. Há pouco iniciou a Quaresma, um período muito especial no calendário religioso, tempo de quarenta dias de preparação para a Páscoa. Já, em abril, o município de Erechim, não apenas festejará mais um aniversário, Muito mais, o seu Centenário.

    Erechim foi e é cantada em prosa e verso, desde o seu surgimento. Passou por várias denominações até chegar ao nome atual; etimológica e graficamente falando, deveria ser com “X” (o grande desejo do meu amigo e colega Guilherme Barp, incansável batalhador). Nas saudosas épocas do Ginásio e do Científico também eu fui um dos simpáticos a essa escrita.

    Porém, deixando de lado esse embate e não querendo plagiar a fantástica idéia da sempre criticada Rede Globo (concorrendo ao Prêmio Nobel da Criatividade), eu  perguntaria, em âmbito local: QUE ERECHIM VOCÊ QUER PARA O SEU CENTENÁRIO? Não vou insistir explicando como você faria o vídeo, de até incríveis 15 segundos (só na cabeça oca daqueles néscios, menta captas), até porque a TV Globo acha que nós somos idiotas e eu não quero repetir essa estultícia. E nem vou sugerir o melhor cenário, mesmo porque já o fiz em um dos artigos pretéritos. Quero antes sim, lançar neste insipiente texto uma idéia, que poderia virar projeto. Isso se, dentre os “eruditos” da Câmara de Vereadores um dos seus membros pudesse adotar a idéia que, acredito tem muito mais consistência do que certas brilhantes iniciativas de dar nomes de ruas e votos de congratulações que certos vereadores têm, e ficam nisso, sem querer desmerecê-las, obviamente. Alguns dos edis precisam mirar mais em assuntos de interesse público e não como fazem os insipientes, mesmo sendo incipientes na função, querem se colocar à disposição para cargos em outras esferas. Convenhamos! Leiam a realidade, por favor. A imensa maioria dos trabalhadores sequer se aproxima do salário que vocês recebem na Câmara, e pior, longe do que recebem os deputados. Os cargos políticos deveria ser uma função passageira e não profissão, pois vocês, assim como nós cada qual desempenha a sua. Enquanto isso não mudar, faltam aos políticos argumentos para propor outras idéias, assim como deveriam ficar corados de vergonha os juízes, incluindo Sérgio Moro, que não abrem mão do auxílio moradia. Quanta incoerência! E ainda dizem que a lei foi feita para todos. Fácil de entender, não é!  

    Eu começaria o meu projeto pelo título: POR UMA ERECHIM MAIS BELA NO SEU CENTENÁRIO. Aliás, se dependesse de nós (aqui de casa e do meu vizinho Floriano), zeladores não apenas das nossas calçadas impecáveis, seu meio-fio e até eliminamos o inço do calçamento em mau estado. Que tal começarmos, quem precisa, ou continuarmos dando o exemplo, quem já o faz, pela base (por baixo) já que os de cima que deveriam ser espelhos para nos mirarmos deixam a desejar nas suas atitudes. Se cada munícipe, se cada proprietário, seja de uma residência particular, da sua empresa ou empreendimento fizesse a sua parte, Erechim ficaria lindíssima no seu Centenário.   

    Porém, não adianta eu, você e todos os asseados cidadãos querermos uma Erechim mais bonita, se o poder público não cuida da sua parte. Se nós temos que nos queixar a toda hora da sua omissão, do seu desleixo e da sua falta de comprometimento. Não me conforma a falta de tomada de decisão de resolver o impasse em relação aos prédios públicos (Castelinho, Correios, Prefeitura, Pórtico de Entrada), apenas para citar os mais visíveis; a buraqueira nas ruas, a falta de preservação da área verde; as bocas de lobo obstruídas há meses. Todos, indistintamente, precisamos fazer a nossa parte para fazer de Erechim, UMA CIDADE MAIS BELA NO SEU CENTENÁRIO. O convite está feito!  

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Sagitário
22/11 até 21/12
Boa nova, sagitariano: o ingresso de Marte em seu signo....

Ver todos os signos

Publicidade