Euro R$ 3,94 Dólar R$ 3,34

Publicidade

Política

Brasil e Bolívia assinam acordos nas áreas de defesa e transporte

Por Agência Brasil
Foto Divulgação

Durante visita oficial, nesta terça-feira (5), do presidente da Bolívia, Evo Morales, ao presidente Michel Temer, representantes dos dois países assinaram acordos para combate ao crime organizado e também na área de transporte.

Na área de segurança foi assinado um acordo de cooperação policial para prevenção e combate ao crime organizado transnacional e qualquer outra manifestação criminosa. O objetivo é estabelecer cooperação policial para prevenir e combater também crimes como terrorismo, tráfico de pessoas, de entorpecentes e de armas de fogo, roubo de veículos, lavagem de dinheiro, crimes cibernéticos e delitos comuns de fronteira.

Foi assinado também um memorando sobre o corredor ferroviário bioceânico de integração, com o objetivo de criar condições para ampliar o tráfego ferroviário entre o Brasil e a Bolívia.

Antes da assinatura dos acordos, Temer e Morales reuniram-se com ministros do Brasil e da Bolívia. Do Palácio do Planalto, os presidentes e as comitivas seguiram até o Palácio do Itamaraty, sede do Ministério de Relações Exteriores (MRE), para almoço oferecido em homenagem a Morales.

De acordo com o MRE, a visita de Morales tem ainda o objetivo de fortalecer a coordenação bilateral em temas como energia, desenvolvimento fronteiriço, integração da infraestrutura física, temas migratórios e consulares, comércio e investimentos.

O presidente boliviano vem ao Brasil também com interesses comerciais relacionados à venda de gás natural. A Bolívia quer expandir seus parceiros comerciais de gás e vender o excedente de produto que não está sendo consumido atualmente pela Petrobras, comprador do gás boliviano. A intenção já havido sido manifestada pelo país vizinho, no início do ano.

Atualmente, o Brasil é o maior parceiro comercial da Bolívia. É também o principal mercado de destino das exportações bolivianas (19%). Em 2016, o intercâmbio bilateral alcançou US$ 2,8 bilhões. A pauta de exportações brasileiras para a Bolívia é diversificada e composta principalmente de manufaturados.

Leia também

  • Lançada frente parlamentar sobre o câncer na mulher

    Com a proposta de ser um fórum permanente de debates, especificamente, para tratar questões do câncer de mama e do câncer do colo de útero no Estado do Rio Grande do Sul, foi lançada na terça-feira (12), a frente parlamentar sobre o câncer na mulher na Assembleia Legislativa, presidida pela deputada estadual Liziane Bayer (PSB). A cerimônia de instalação da frente, que tem na vice-presidência o deputado Edu Oliveira (PSD), na ocasião representado por sua assessora Carla Slongo, ocorreu no salão Júlio de Castilhos reunindo representantes de entidades como a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e o Instituto da Mama RS (Imama), e apoiadoras da causa. Em nome da Femama e do Imama/RS, a presidente das entidades, Maira Caleffi, ressaltou que a estrutura contribuirá para que um grupo de deputados dedique sua atenção para o câncer da mulher, buscando sanar dificuldades que comprometam agilidade e qualidade do diagnóstico e tratamento da doença. Também foram presenças a vice-presidente do Imama, Beatriz Moser, a gestora de marketing Samsara Nyaya Nunes e as voluntárias da instituição. A representante da Secretaria Estadual da Saúde, Nadiane Lemos disse que o trabalho da frente, a partir do levantamento de dados a ser feito, fortalecerá o serviço do Estado na melhoria e qualificação do atendimento. A presidente da frente, deputada Liziane Bayer - autora da Lei Outubro Rosa RS - destacou a alegria de poder oportunizar o canal de discussão para o tema ao encontro do que se propõe o Legislativo gaúcho enquanto casa dos grandes debates.

  • Agência de Desenvolvimento assina acordo com BRDE

    Parceria prevê atividades conjuntas para a promoção do desenvolvimento regional integrado

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas