Publicidade

Erechim

UFFS recebe mais de 200 educadores em formação do PNAIC

Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Segue até esta quinta-feira (22) a primeira etapa presencial de formação dos professores vinculados ao Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), realizada pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim. A capacitação é voltada para educadores da 7ª e da 15ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Nesta semana, 158 professores e 61 coordenadores locais iniciaram a formação na UFFS.

No total, 13 professores da Universidade estão atuando no programa, voltado de forma direta para 158 educadores e, de forma indireta, para outros 3.950 educadores da Pré-Escola, do 1º ao 3º ano e do Programa Novo Mais Educação (PNME) de 61 municípios da região norte do Rio Grande do Sul.

O PNAIC é uma política federal, de formação dos professores a nível nacional. De acordo com a professora Zoraia Bittencourt, coordenadora do programa na UFFS, os 158 educadores que estão essa semana no Campus irão replicar, em seus municípios, a formação recebida pelos docentes da Universidade. “Trata-se de mais uma possibilidade de fortalecimento de uma alfabetização com mais qualidade para as crianças”, diz Zoraia. “A ideia do PNAIC é de fazer com que as crianças sejam alfabetizadas até os 8 anos de idade, e a UFFS está aí contribuindo através das parcerias estabelecidas com o governo.”

Na tarde de quarta-feira a professora Silvia Colello, da Universidade de São Paulo (USP), palestrou aos participantes. Pesquisadora reconhecida na área da alfabetização, Silvia possui vários livros publicados sobre leitura e escrita, compreendendo desde os Anos Iniciais, a Educação Infantil até os Anos Finais.

Um dos grandes benefícios desta edição da formação é que, antes, os professores da região precisavam se deslocar até municípios como Caxias do Sul para ter acesso ao programa. Coordenadora da 15ª CRE, Marilene Schafer afirma que os docentes estão muito satisfeitos com essa nova configuração. “É a primeira vez que temos aqui em Erechim a formação do PNAIC. Acreditamos muito nessa parceria com a UFFS por estarmos mais próximos e dentro da nossa realidade. Isso facilita também com que os formadores estejam todos presentes. Sabemos também do esmero que os professores da UFFS tiveram para a realização deste evento”, destaca.

A coordenadora aponta que a alfabetização na idade certa é tema da mais absoluta importância. “Sabemos que há muitas crianças que chegam ao 4º, 5º ou 6º ano e não estão alfabetizadas ainda. Quanto mais fortalecermos o trabalho e dermos subsídio aos professores nesta fase, maior será o sucesso dos alunos em sala de aula”, diz. O secretário municipal de Educação de Santa Cecília do Sul, Sílvio Pozzer, que participou da abertura do evento representando a União dos Dirigentes Municipais de Educação do Rio Grande do Sul (Undime/RS), é da mesma opinião. “Nós que estamos nas secretarias municipais ou mesmo dentro da sala de aula, sabemos a importância que este programa tem para as nossas crianças. Estamos trabalhando com uma fase primordial da formação delas, que é a alfabetização. É o momento em que abrimos o mundo para essas crianças.”

O reitor da UFFS, Jaime Giolo, participou da solenidade de abertura da formação, dando as boas-vindas ao público. Em sua fala, destacou que a Universidade veio justamente para fazer essas conexões entre os diversos agentes da educação. “A educação básica brasileira é constituída, hoje, por 50 milhões de alunos. A maior parte vem de uma base social que não viveu a sua história ligada a uma cultura escolar. São pessoas que vêm do mundo do trabalho, de uma cultura do prático, da fala, do ouvido, e assim por diante. É preciso letrar as pessoas”, falou o reitor.

A presidente do Conselho de Secretários Municipais de Educação da Região da AMAUC, Isabel Ramisch, explica que o PNAIC está instituído nos municípios desde 2012. “É uma formação importante que tem acontecido nesses anos todos porque de fato ela chegou primeiro na base, no chão da escola, e formou os nossos professores. Algo transformador foi acontecendo nos municípios”, reflete.

“O dia de hoje marca a chegada, neste processo, da UFFS, que nasceu justamente de uma demanda regional, que tem um vínculo com a região e que hoje está abrindo suas portas para ser parte desse processo. Eu diria que estamos diante de uma nova causa, que é a criança e a qualidade do ensino nas escolas públicas da nossa região. Para nós é um ganho muito significativo que a UFFS aqui da nossa região está se aproximando dos municípios e permitindo um melhor acesso para essas etapas de formação. Todos ganharemos muito com isso”, finaliza Isabel.

Transparência

O projeto “Formação continuada de professores no âmbito do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa PNAIC e do Programa Novo mais Educação” é coordenado por Zoraia Aguiar Bittencourt. Tem a FAURGS como fundação de apoio e a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) como órgão descentralizador do recurso. O local de execução do projeto é na UFFS – Campus Erechim e o valor do contrato é de R$ 210 mil.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas