Publicidade

Região

Secretaria de Barão de Cotegipe avalia Programa de Incentivo aos Suinocultores

Arrecadação gerada pelo setor rende aproximadamente em 7% do PIB do município

Secretaria de Barão de Cotegipe divulga dados do Programa de Incentivo aos Suinocultores
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

O município de Barão de Cotegipe apresentou os números sobre o Programa de Incentivo aos Suinocultores do município que vem mostrando forte crescimento desde que foi adotado e consagrado pela Secretaria da Agricultura. Até o momento oito criadores se inscreveram no programa que foi regulamentado em janeiro deste ano através da Lei Municipal 2.691/18. Os valores repassados no programa são de R$30 para leitões e R$40 para matrizes com limite de mil suínos por produtor.
Participam os produtores Mauro Przylepa (240 suínos), Arlindo Dariva (300 suínos), Milton Chiocheta (600 suínos), Gilmar Cadore (130 suínos), José Osvaldo Kalinoski (290 suínos), Valdecir Folador (350 matrizes) que já eram suinocultores e Gilson Ricardi (800 suínos) e Leomar Bertuol  (800 suínos) que estão iniciando no ramo da atividade com a construção de novas pocilgas e que juntos somam o crescimento no montante de 3.510 suínos devendo gerar uma receita bruta importante para a região.
Segundo a Secretaria de Agricultura trata-se de valores expressivos que resultam numa cadeia produtiva que indiretamente contribui com toda a região. Segundo o secretário Jolcemir Bertuol, "o incentivo começa no produtor, que leva ao distribuidor de consumo e insumos, que gera emprego a quem fabrica e a quem distribui, e assim sucessivamente, até o seu destino final, todo mundo ganha um pouco".
A arrecadação gerada pelo setor rende aproximadamente em 7% do PIB do município, a Secretaria da Agricultura estima que há alojado aproximadamente 18,8 mil suínos nas propriedades rurais o que é considerado como um bom índice e uma boa expectativa de renda para Barão de Cotegipe.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas