Publicidade

Ensino

IFRS Fashion fomenta setor têxtil de Erechim

Evento visa socializar trabalhos desenvolvidos pelos estudantes ao longo do semestre

Evento foi realizado no Clube do Comércio
Leticia Frana
IMG_6168.JPG
IMG_6451.JPG
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) segue fomentando a moda e o setor têxtil erechinense. A noite de terça-feira (4) foi especial para os estudantes do campus Erechim, com a realização da 13° edição do “IFRS Fashion”. A ação visa socializar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos ao longo do semestre.

O projeto é coordenado pela professora Priscila Wagner, com apoio da coordenadora do curso de Design de Moda Fernanda Theissen e da estudante Leticia Frana.

Além do curso superior em moda, o evento envolve apresentação de modelos dos cursos tecnológicos de Modelagem do Vestuário e Produção de Moda. As apresentações são semestrais, divulgando o resultados dos trabalhos desenvolvidos pelas turmas. 

Conforme a professora Priscila, o desfile se constitui de apresentações dos modelos desenvolvidos em âmbito dos cursos, variando de acordo com as temáticas estudadas por cada turma. Nessa edição, Priscila ressalta que a ação contou com a participação de seis turmas.

Para Priscila, o IFRS Fashion já uma tradição na instituição, como também para a dinâmica da moda e do setor têxtil de Erechim.

Nessa edição os modelos foram montados tanto de forma individual quanto em duplas, contando com apresentações de turmas formandas.

Temas contemporâneos marcam passarelas

Os desfiles contemplaram temas contemporâneos, relacionando o comportamento humano e as demandas da sociedade, como por exemplo pensar a moda pela sustentabilidade.

A turma do segundo semestre do curso em Design de Moda, trouxe às passarelas a temática “modernidade líquida”, com peças inspiradas nas identidades atuais e ideologias da sociedade.

Inovação e sustentabilidade, foi o tema apresentado pela turma do quarto semestre do mesmo curso. A proposta visa ampliar a consciência no consumo.

 Os estudantes do primeiro semestre do curso de Modelagem do Vestuário aplicaram em seus looks técnicas aprendidas na grade curricular.

O desafio dos formandos em Produção de Moda foi aliar moda e marketing. Os desfiles foram feitos inspirados em marcas já existentes, com a elaboração de um catálogo de moda.

A moda casual também foi destacada, com as apresentações dos formandos no curso de Modelagem. Pequenos detalhes e uso de acessórios marcaram os visuais desfilados.

Com a temática “contrastes e rearranjos”, os formandos desfilaram seus modelos que foram inspirados nos contrastes da humanidade.

Momento marcante para os estudantes

O momento representou uma página importante para a trajetória de cada estudante. Com clima misto entre ansiedade, nervosismo e entusiasmo, para eles, o evento representa uma amostra dos trabalhos desenvolvidos durante todo o semestre.

Leticia Frana

Estudante em Design de Moda

“É muito gratificante ver esse evento sendo realizado como planejemos, porque ele representa a alegria dos estudantes em poder demonstrar o trabalho desenvolvido no semestre. É uma oportunidade de apresentar todo o resultado de um semestre, desde o desenvolvimento da coleção, as pesquisas de tendências, a parte da modelagem, o corte e a costura das peças. E é uma alegria poder compartilhar esse momento com familiares e amigos, mas também empresários e autoridades.

O evento reforça também o compromisso do IFRS, campus Erechim em satisfazer a necessidade das empresas, já que o município é o quinto maior no setor têxtil da região do Alto Uruguai. E é muito importante esse trabalho que o IFRS desenvolve com cursos, formando profissionais aptos a trabalhar não só aqui (em Erechim), mas em todo território nacional. Como também é um destaque pra qualidade do trabalho desenvolvido em uma instituição de ensino público e gratuito”, enfatiza Leticia.

João Victor Scandolara

Estudante em Design de Moda

“Estou bem ansioso porque estamos apresentando uma metodologia nova, em função da volta de uma professora, que estava fazendo seu doutorado.  Estávamos meio perdidos no começo, pois tudo era novo, diferente. Com isso, estou bem ansioso, porque é totalmente diferente dos outros desfiles, é uma adrenalina bem densa.

E eu não acompanhei o ensaio, ai o nervosismo é bem mais intenso. Mas minhas expectativas são boas, acredito que a gente conseguiu passar nossa pesquisa e eu espero que as pessoas consigam entender o que queremos transmitir com nosso look”, ressalta Scandolara.

Jonny Augusto Warken

Participante do evento

“O evento está incrível. É muito bom ver que Erechim está fomentando algo novo.

Me interesso muito pela área. Eu fazia parte do instituto e também fiz um curso de costura.

E vim tanto para prestigiar meus amigos que participaram desse evento quanto pra observar quais as direções que a cidade e as pessoas que pensam sobre a moda em Erechim tão tomando”, finaliza Warken.

Publicidade

Blog dos Colunistas