22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,59 Dólar R$ 4,11
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,59 Dólar R$ 4,11

Publicidade

Geral

Erechinense é premiado como melhor sommelier de vinhos

Conquista foi obtida em Portugal, após várias etapas que iniciaram nas principais capitais aqui no Brasil e completaram com oito finalistas em Alentejo, região próxima a Lisboa

Jean Stelmach é formado pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS) e tem graduação nível 3 pela
JEAN 02.jpg
JEAN 03.jpg
Por Izabel Seehaber jornalismo@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

O início de ano está sendo ainda mais especial ao erechinense, Jean Stelmach, que atualmente reside em São Paulo e trabalha como sommelier e consultor. O motivo é a premiação conquistada como melhor sommelier dos vinhos do Alentejo 2019.

Sobre o prêmio

Portugal tem uma importância muito significativa no mercado de vinhos no Brasil. Mesmo sendo um País pequeno, é muito diversificado em suas regiões. O Alentejo, por exemplo, é uma de suas regiões mais ao Sul, próxima a Lisboa e produz vinhos de grande potencial. Para divulgar os produtos e a região no Brasil foi criado um concurso em 2015.

O prémio remete o título de “Melhor sommelier dos vinhos do Alentejo 2019” e foi organizado pela Comissão Regional dos Vinhos do Alentejo (CRVA).

Jean explica que a seletiva inicia sempre no ano anterior, quando são organizadas, nas principais capitais do Brasil, vários eventos de degustações, masters class e, claro, o concurso. Nesta edição as capitais foram Florianópolis, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Na primeira fase, que ocorreu em cada capital, foram reunidos vários sommeliers após uma Master class que se enfrentam em uma “bateria” de degustações comentadas e terminam com um teste escrito. A média de participantes por capital fica sempre entre 25 a 30 profissionais. “Após concluir o ciclo em todas as cidades, a comissão do CVRA anunciou quem eram os oito finalistas sendo selecionados os dois melhores desempenhos de cada capital. Estes oito profissionais foram convidados a irem a Portugal e ficaram uma semana imersos na região do Alentejo estudando, visitando produtores, vinhedos, enfim, descobrindo e aprendendo tudo sobre a região do Alentejo e seus vinhos”, relata Jean.

Após aquela semana, eles se enfrentaram novamente em um teste escrito que envolveu várias questões técnicas e correção de uma carta de vinhos. Por fim, fizeram uma prova mista de serviço de vinhos enquanto responderam oralmente as perguntas feitas pelo júri.

Ao fim dessa série de testes, o melhor desempenho foi premiado com o título. No caso, o erechinense Jean.

A sensação a partir do reconhecimento

Conforme o sommelier, a sensação a partir do prêmio de Melhor sommelier, é muito boa, pois “primeiramente queremos dar nosso melhor sempre e segundo, o nível dos profissionais estava muito alto e, ter o melhor desempenho, é um reconhecimento muito gratificante de todo o esforço”.

Jean disse ainda, que o maior prêmio foi para todos e não apenas para ele. “Somos convidados, não tivemos despesas e ainda nos proporcionam uma semana de estudos aprendendo e provando juntos por todo o Alentejo”, comenta.

A carreira

“Atualmente trabalho como consultor de vinhos em uma importadora na capital São Paulo. Sou responsável por uma carteira de clientes onde faço gestão de cartas de vinhos, adegas, estoques e a parte que mais amo treinamento de equipes. Também realizo algumas master class, palestras e organizo eventos e jantares harmonizados”, conta Jean.

Como tudo começou?

O que nem todos sabem é que a trajetória do sommelier, começou aqui em Erechim, onde sempre trabalhou com bebidas. “Porém no geral não sabemos beber, e o vinho, antes de mais nada é alimento, vai a mesa tem função alimentar, social e cultural. Quando mudei para São Paulo graças a Deus conheci o mundo do vinho que me ensinou muitas coisas, mas naquele momento a principal delas foi literalmente "aprender a beber", salienta, citando que, nascido o amor, foi estudar a bebida e não houve dúvidas de que seria o meu caminho. “Hoje falo de vinho todos os dias, provo muitas coisas boas. A parte romântica do vinho é linda, mas é um produto e como tal existe por trás uma indústria grande ou pequena (não importa) e haverá concorrência. Por isso, se preparar é obrigatório”, ressalta.

Projetos na área

O erechinense reforça que atualmente seu maior projeto é dar sequência aos estudos na área. “Sou formado pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS) e tenho graduação nível 3 pela Wine School Education Trust (WSET) que é a melhor escola do mundo na área. Trabalho intensamente para conquistar o diploma (nível 4) que é um “divisor de águas” na área. Mas isso é carreira.  Tem que estudar muito, falar outros idiomas, viajar, viajar, viajar, degustar, e é claro, ter muita paciência!”, afirma, adiantando que “por isso a importância de participar e ganhar este concurso. Tenho planos de participar de outros para melhorar cada vez mais”.

... a vida em São Paulo...

Do ponto de vista de Jean, a vida em São Paulo é incrível. “Esta cidade é o nosso maior mercado em todos os segmentos e na área de vinhos não é diferente. A gama de comunidades que formam esta cidade é um material cultural e humano fenomenal para trabalhar e estudar. Uma experiência a cada dia. Um exemplo simples sou eu (gaúcho) que tenho clientes/ amigos japoneses, coreanos, libaneses, espanhóis, portugueses, argentinos, uruguaios, chilenos, haitianos, italianos e outros mais. Quanto aos nossos estados, ‘há um Brasil dentro de São Paulo’. Destaco duas paixões pessoais minhas: as pessoas e as comidas do Nordeste inteiro e de Minas Gerais”, elogia.

No entanto, o sommelier acrescenta que é inevitável pensar também em diversidades. “Há um campo aberto para trabalhar, mas isso tem um preço e é meio caótico para quem vê de fora. A parte cruel de São Paulo é que por maior que seja esta cidade (Estado) ao contrário do que se pensa, não há espaço - oportunidades para todos, sendo assim, temos muitos que vieram, vem e virão de todos os lugares do País e do mundo e acabam ficando sem suporte”, pondera.

A dica

“A gastronomia e o mundo do serviço da restauração emprega muita gente, trabalhamos para melhorar e ampliar isso, criando mais oportunidades e compartilhando saberes.

Visitem São Paulo ou se preferirem visitem o Alentejo em Portugal. É muito lindo e se bebe e come muito bem. Saúde!”

O que é um sommelier?

Sommelier - que pronuncia-se “somêliê”, é um termo francês. É o especialista que trabalha em restaurantes, bares e lojas do setor. Na maioria das vezes, o profissional é responsável por todo o processo que envolve as bebidas do local, desde a compra até a elaboração da carta.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas