22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,58 Dólar R$ 4,10
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,58 Dólar R$ 4,10

Publicidade

Erechim 101 anos

Hospital Santa Terezinha: suporte de saúde pública a mais de 80 municípios

Em média, em torno de 1500 pacientes são atendidos por dia no hospital, nas diferentes áreas: Pronto Socorro, diagnóstico por imagem, laboratório, Unacom, internações, entre outras

Mesmo que a estrutura física externa precise de reparos, no que diz respeito à equipe profissional e
Por Izabel Seehaber jornalismo@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

O atual diretor executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim, Hélio José Bianchi, atua há aproximadamente 16 anos diretamente na área da saúde, sendo que já havia administrado a FHST de 2001 a 2008. Em entrevista ao Bom Dia, ele relata os desafios de fazer a gestão de um hospital público, além das expectativas para um futuro próximo... Confira!

BD - Como você observa a saúde no município de Erechim e como é estar à frente da administração do Hospital Santa Terezinha?

Por ter trabalhado nesse período, percebo que, diante da região e principalmente do município de Erechim é um desafio muito grande fazer a gestão, considerando que, a partir do momento em que o hospital ficou sob a responsabilidade do município, tornando-se uma instituição pública, foi preciso organizar uma sistemática para atender a população e manter a estrutura em funcionamento. Esse é um desafio, mas que, ao mesmo tempo, apaixona quem trabalha no setor da saúde.

BD - Como a estrutura da FHST está organizada?

Conhecemos muitos hospitais e desde 1994 percebemos os diferenciais de uma evolução constante, entre os quais está a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia – Unacom. Erechim foi pioneiro na região e, inclusive, Passo Fundo era atendido até pouco tempo pelo Santa Terezinha. Foram feitos investimentos nesta área e cada vez mais está se buscando ampliar as tecnologias. Atualmente a expectativa é quanto a liberação do equipamento de radioterapia. Somos donos de uma obra em que nos próximos meses deve estar operando.

Além de outras complexidades, na parte de tratamento de câncer, traumatoortopedia, hemodiálise, entre muitas outras. O Hospital conta, ainda, com um laboratório que é considerado referência e realiza em torno de 35 mil exames por mês.

BD - Qual a média de atendimentos?

Em média, em torno de 1500 pacientes são atendidos por dia no hospital, nas diferentes áreas: Pronto Socorro, diagnóstico por imagem, laboratório, Unacom, internações, entre outras.

O Hospital Santa Terezinha dispõe de nove plantões médicos durante 24 horas, nas diferentes especialidades, incluindo as UTIs, cirurgias, urgência e emergência no Pronto Socorro.

É uma estrutura considerável, levando em conta que são contemplados 33 municípios na média complexidade e 86 municípios na alta complexidade.

 

BD - Como está organizada a alta complexidade?

Há duas UTIs: neonatal e adulta, sendo que um projeto em andamento, e que pode ser efetivado em breve, prevê a integração das três UTIs: com mais nove leitos para a área adulta, a UTI neonatal (10 leitos) e a reabertura da UTI pediátrica - que estava fechada desde 2014 (10 leitos).

“Isso tudo agrega uma importância ainda mais significativa, considerando que há um curso de Medicina em Erechim. Nos próximos anos os profissionais irão atuar no hospital e isso trará muitos resultados positivos, por meio de pesquisas e desenvolvimento na área da saúde”, reforça.

 

BD - Recursos humanos e técnicos que fazem a diferença

Nosso objetivo é atender com o que há de melhor. Nem sempre os cidadãos de Erechim conhecem o que o Santa Terezinha tem a oferecer. Mesmo que a estrutura física externa precise de reparos, no que diz respeito à equipe profissional e equipamentos, o Hospital Santa Terezinha está muito bem estruturado. Isso pode ser verificado de maneira constante e todos estão aqui para trabalhar com eficiência e prestar o atendimento de qualidade cada vez melhor.

 

BD – Qual a sua avaliação do ‘Abraço ao Santa’?

Um dos recentes projetos da Fundação Hospitalar Santa Terezinha e que vem ganhando um expresso número de colaboradores é o ‘Abraço ao Santa’. A ideia é buscar apoio, por meio de recursos financeiros, para reformar quartos da entidade.

Até o momento a campanha vem surpreendendo a própria direção do Hospital. “São exemplos de solidariedade que nos emocionam e encantam”.

Várias entidades e empresas já auxiliaram e outras sinalizaram o interesse em contribuir. Toda forma de ajuda é bem vinda!

Publicidade

Blog dos Colunistas