13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77

Publicidade

Ensino

A educação é dinâmica, o Marista Medianeira também

Marista Medianeira
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

Os processos de ensino e aprendizagem envolvem, sobretudo, relação social entre todos aqueles que compõem a comunidade escolar: equipe diretiva, professores, funcionários, estudantes e famílias. Portanto, está em constante transformação e, conforme, a diretora do Colégio Marista Medianeira Cheila Milczarek, não é um fenômeno isolado, “acompanhamos as dinâmicas da sociedade, considerando que ela impacta toda a organização escolar”, pontuou.

Cheila avalia o cenário atual de forma positiva, com mudanças significativas, mas também com diversos desafios. “De maneira geral, o contexto está implicando muitas alterações, tanto em nível nacional, estadual e também municipal. Mas essas mudanças também trazem desafios. Quanto mais avançamos, promovendo melhorias e outras demandas vão surgindo”, ressaltou.

Neste sentido, o colégio segue as dinâmicas no plano institucional, com as inovações suscitadas pelas políticas públicas, mas também no perfil das pessoas que vivenciam o cotidiano escolar. “Hoje o que se destaca é a mudança no perfil dos estudantes, bem como, das famílias e essas situações interferem diretamente no papel da educação formal que é responsabilidade da escola. Nosso principal desafio reside nesse fator, em adequar nosso processo educativo às demandas dessas famílias”, pontuou a diretora.

Esse novo perfil, conforme Cheila, é suscitado pelo volume de informações oriundo do acesso às diversas tecnologias. “O perfil muda, assim como a relação com conhecimento e com os outros. É preciso um esforço para fazer a educação ser centralidade em um universo de possibilidades e o estudante deve perceber aqui (na escola) um desejo de estar e observar a importância de estar aqui, quando tantas outras atividades podem ser mais atrativas. E neste cenário, os jovens têm desejos, querem participar dos processos, e, sobretudo, querem ser ouvidos, então temos que ser também um espaço de acolhimento e de escuta dos seus anseios. Em consonância a isso, as famílias também querem oferecer cada vez mais o melhor para seus filhos”, destacou.  

Diante disso, a principal preocupação do colégio é a formação de maneira integral dos estudantes. “Não podemos perder de vista que a nossa obrigação é a formação dos nossos jovens na perspectiva do conhecimento, bem como, a ética e a espiritualidade, considerando que somos uma escola católica”, complementou.

Para a diretora, essa formação só ocorre quando os conhecimentos científicos são atrelados ao cotidiano dos alunos e aos problemas sociais. “Entendemos que os processos relacionados ao ser repercutem nas relações humanas e a questão social anda junto. Por isso, precisamos desenvolver habilidades nos jovens que repercutem socialmente, ele precisa ser um sujeito que vai atuar na sociedade de maneira ética e pensando no próximo. E a educação te um papel importantíssimo na sociedade, porque é por meio de seus processos que podemos pensar soluções diferentes para os problemas atuais. Com isso, estamos reestruturando o currículo, visando priorizar a solução de problemas de ordens sociais, ou seja, guiar a educação para os problemas reais do contexto dos estudantes”, destacou Cheila.

Município em crescimento

Conforme a diretora, o município de Erechim tem se destacado no cenário nacional naquilo que tange à educação, tanto as públicas quanto as privadas. “Na rede Marista nós participamos de formações com outras unidades e percebemos que o município é referência. Podemos traçar comparações com outras cidades e é notável que contamos com boas escolas, não apenas na rede particular”, argumentou.

Contudo, esses resultados não seriam possíveis sem o comprometimento do quadro de professores. “Em nossa escola temos profissionais muito comprometidos com essa instituição, então eu reforço, especialmente, os professores em todo o âmbito municipal, pois são os que prosseguem o trabalho mesmo com tantos desafios, se colocam à disposição e estão sempre presentes, por mais que as condições de trabalho não sejam tão favoráveis”, enfatizou Cheila.

Planejamento visa a educação integral

De acordo com a diretora, o município está em constante crescimento e no Marista Medianeira os planos estão focados em tornar a instituição uma referência em educação integral, além de fortalecer a formação de professores e, com isso, prosseguir desenvolvendo outras dimensões, tais como a estrutura física da escola. “Estamos vivendo um movimento de mudança e buscamos acompanhar esse processo educacional, sempre adequando a realidade de nossos alunos e do município. A escola vem desde 2013 se organizando em seu planejamento estratégico com objetivos muitos claros e traçando os caminhos que precisam ser trilhados para conquistar esse planejamento”, reforçou.

Neste sentido, o foco são os professores. “O ponto principal são os educadores e o trabalho que eles desenvolvem em sala de aula, para isso, estamos aprimorando o apoio a esse educador. A partir disso, estamos investindo na estrutura do ambiente escolar, na qualificação desses espaços, para ofertar atividades diferenciadas.  Em síntese, a centralidade é o educador, mas junto vem outras modificações também”, concluiu.  

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas