0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Erechim 101 anos

Secretaria de Educação: “A educação garante o desenvolvimento social, econômico e cultural”

Secretaria de educação Vanir Bombardelli
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

Garantir o acesso universal ao ensino básico não é suficiente para a Secretaria Municipal de Educação. De acordo com a secretária, Vanir Bombardelli, a meta é aprimorar cada vez mais os processos de ensino e aprendizagem para potencializar a qualidade da educação.

Atualmente, Erechim conta com 17 escolas municipais, atendendo estudantes da educação infantil ao ensino fundamental, bem como, a modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Neste cenário, os principais desafios repousam na educação infantil. “Atender a demanda das creches está sendo bem desafiadora, em que uma das estratégias é a oferta de vagas, através de contrato administrativo com escolas particulares e parceria com Associações Sem Fins Lucrativos (OSC)”, afirmou Vanir.

No entanto, o que mais preocupa é a qualidade do ensino e a articulação pedagógica entre a educação infantil e o ensino fundamental. “A educação infantil prioriza um ambiente estimulador de diferentes aprendizagens com enfoque na ludicidade, afetividade, socialização e diferentes vivências sempre respeitando a faixa etária e a diversidade. Já o ensino fundamental, assume o compromisso de proporcionar oportunidades diversificadas, para que os educandos superem as dificuldades encontradas no seu processo escolar”, enfatizou.

Os resultados da qualidade de ensino já estão sendo colhidos. “No Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), observa-se que a rede municipal apresentou aumento: nos anos iniciais (5º ano) que aumentou de 6,1 para 6,3 em 2017. Cabe salientar que a meta projeta pelo Ministério de Educação era 5,7 e a média alcançada foi de 6,3. Nos anos finais (9º ano) continuaram a cima da média nacional (4,7) e estadual (4,7), com uma média de 4,9”, pontuou Vanir.

A secretária avalia que “a educação possui impacto em todas áreas de nossa vida. É um direito fundamental que auxilia não só no desenvolvimento de um país, cidade, mas também de cada indivíduo. Erechim, ao longo de seus 101 anos e com um olhar para o futuro, busca através da educação, garantir o desenvolvimento social, econômico e cultural, pois quanto mais as pessoas estudarem, mais oportunidades terão no mercado de trabalho, menos pobreza intelectual e material, um povo com mais autoestima e menos dependente de seus direitos básicos”, concluiu.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas