22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,38 Dólar R$ 5,41
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,38 Dólar R$ 5,41

Publicidade

Região

Administração de Maximiliano de Almeida recebe exemplares da Coleção produzida pelo Instituto AEIOU

Administração Maximiliano de Almeida
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

A Prefeita Municipal de Maximiliano de Almeida recebeu em seu gabinete a visita de representantes do Instituto AEIUOU. Na oportunidade foi compartilhado exemplar da coleção de livros produzidos pelo Instituto.

A idealizadora da criação da coleção, Daniela Tartari Brusco, residente em Sananduva, relatou como a ideia surgiu. Segundo ela, a iniciativa partiu após a percepção de que a creche em que seu filho Davi estava matriculado possuía pouco ou quase nada de material pedagógico de apoio. Partindo desta necessidade Daniela foi à busca de materiais do gênero na internet, e não teve êxito na busca. A partir desta necessidade teve a iniciativa de inscrever o Projeto através do Fundo Estadual da Cultura (FAC), da Secretaria de Estado de Cultura. Sendo o trabalho selecionado, teve a percepção da grandiosidade da idéia, já que dentre os 400 inscritos, este ficou como 5º colocado. Visto a relevante posição no ranking da proposta, Daniela mencionou sua grande responsabilidade em produzir um material de qualidade. Para a criação e produção a escritora contou com a ajuda de mais profissionais para a criação de um material de alta qualidade. Para isso teve a colaboração de terapeuta, pedagoga, psicopedagoga, fonoaudióloga, ilustradora e revisora.

Adersen Chrestani membro do Instituto destacou a importância do projeto executado. Para ele isso representa um divisor de águas dentro da literatura infantil, com uma obra única e direcionada para crianças no início da alfabetização. “Um projeto  e instrumento que servirá de apoio no processo de inclusão na escola e sociedade” declarou.        

A prefeita Dirlei Bernardi do Santos salientou a importância do projeto e fez um agradecimento pela produção e visita ao município. Para ela a valorização das crianças e no ser humano são temas emergentes e o material colaborará no processo de educação para as crianças locais.

A Coleção AEIOU foi lançada no dia 04 de outubro. Possui seis volumes de livros infantis, confeccionados com o objetivo de auxiliar a compreensão e a estimular a prática de leitura por crianças portadoras de necessidades especiais, essencialmente com Autismo e Síndrome de Down, com faixa etária de 2 a 6 anos de idade. Neste momento de lançamento, estão sendo distribuídos gratuitamente exemplares para escolas, institutos e demais instituições de toda a região. A versão online está disponível para download no endereço: www.editoratorabichinhos.com.br/publicacoes.

Leia também

  • Jacutinga: ave dá nome ao município

    Moradores e tropeiros que por ali passavam deram esse nome ao pequeno vilarejo

  • Itatiba do Sul: terra das pedras

    Ao chegar ao local onde hoje é Itatiba do Sul, o imigrante se deparava com a floresta virgem. Como havia muita madeira de lei, o corte das árvores mostrava-se lucrativo, seja para abrir os espaços para a construção dos “ranchos”, preparar o solo, limpar o chão para o plantio

  • Ipiranga do Sul: município construído por muitas mãos

    A formação de Ipiranga do Sul começou na propriedade da família Rigo, que, apesar de não morar lá, possuía um agregado, chamado Jacó Postal, que, junto aos seus familiares, cuidava de terra e trabalhava na lida do gado

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas