22°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Tecnologia

Inteligência artificial: potencial para causar mudanças no comportamento humano

“Podemos pensar em uma busca por gratificação cada vez mais instantânea e uma baixa tolerância à frustração, garante psicóloga

teste
A Inteligência Artificial veio para ficar
Por Carlos Silveira
Foto Ilustrativa

“Podemos pensar em uma busca por gratificação cada vez mais instantânea e uma baixa tolerância à frustração, garante psicóloga

 A tecnologia está cada vez mais conectada com os seres humanos, ou seja, desde que saímos dos tempos analógicos muita novidade tem se apresentado e está fazendo toda a diferença no dia a dia das pessoas, muitas tecnologias que foram apresentadas no filme de ficção científica “2001 Uma Odisséia no Espaço” dos anos 50 começaram a se tornar realidade e estão, hoje, na casa, nos automóveis, no bolso, nas indústrias e no mundo real, e a inteligência artificial é uma delas com quem interagimos, a exemplo da Siri, Alexa e o ChatGPT.  

 Literalmente, a inteligência artificial, IA, possibilita que máquinas aprendam com experiências, se ajustem a novas entradas de dados e performem tarefas como seres humanos. A maioria dos exemplos de IA sobre os quais se ouve falar hoje, de computadores mestres em xadrez a carros autônomos – dependem de deep learning e processamento de linguagem natural. Com essas tecnologias, os computadores podem ser treinados para cumprir tarefas específicas ao processar grandes quantidades de dados e reconhecer padrões nesses dados.

Importância da IA

 A IA automatiza a aprendizagem repetitiva e a descoberta a partir dos dados, mas é diferente da automação robótica guiada por hardwares. Em vez de automatizar tarefas manuais, a IA realiza tarefas frequentes, volumosas e computadorizadas de modo confiável e sem fadiga. Para este tipo de automação, a interferência humana ainda é essencial na configuração do sistema e para fazer as perguntas certas.

Implicações psicológicas

         De acordo com a psicóloga Paola Del Ré, do Instituto Insight, a tecnologia sempre teve um impacto na vida humana - desde a invenção dos rádios e televisores, que foram responsáveis por grandes mudanças de hábitos ao redor do mundo, até mesmo o desenvolvimento das tecnologias digitais, com a hiperestimulação audiovisual e emocional. “Sendo assim, é inevitável pensar também em um impacto no comportamento humano por conta do uso da Inteligência Artificial”

 “Embora ainda seja muito cedo para falar em grandes consequências, podemos pensar por exemplo, em uma acomodação nos processos de pensamento e de tomadas de decisão - uma vez que a IA pode fazer isso, em muitos casos, pelas pessoas. E se pensarmos nessa acomodação em uma forma mais coletiva, podemos também observar uma tendência à homogeneização nessas formas de pensar. Além disso, também podemos pensar em uma busca por gratificação cada vez mais instantânea e uma baixa tolerância à frustração, já que há uma enorme quantidade de informações a nosso acesso, sem que seja necessário fazer grandes esforços para recebê-la”.

 De forma prática, Paola garante podemos refletir acerca de impactos na forma de pensar (com um pensamento cada vez mais acelerado e com menos trabalho para encontrar soluções e respostas para problemas, e a dispensabilidade da reflexão das informações recebidas), e também na forma de se relacionar com as outras pessoas (com relações mais superficiais e empobrecidas e com expectativas irreais acerca daquilo e da velocidade com o outro pode atender nossas demandas).

IA e as programações

 A Inteligência Artificial, ressalta Paola, possui programações que lhe permitem imitar o ser humano em algumas situações, mas não é capaz de sentir, compreender e transmitir sentimentos por meio de um relacionamento com os seres humanos. “Dessa forma, o que a gente pode observar seria uma fantasia de que a utilização desses recursos promove algum tipo de supressão da carência. Mas na realidade, o uso exagerado e frequente, em detrimento das relações humanas e sociais, pode acarretar em um empobrecimento de habilidades relacionais. Isso porque é por meio da troca com outras pessoas que a gente se depara com a oportunidades de se desenvolver e ampliar manejos nas mais diferentes situações. Sendo assim, o uso excessivo pode levar ao isolamento e a perda de habilidades sociais e interpessoais importantes para o convívio em sociedade”.

Mudança radical no comportamento humano

 “A IA tem potencial para causar mudanças significativas no comportamento humano - assim como outras invenções foram responsáveis por transformações em nosso agir, pensar e se relacionar ao longo dos anos”.  No entanto, Paola acredita que tudo irá depender da forma como essas ferramentas serão utilizadas. Por exemplo, se pensarmos na sua capacidade de realizar atividades repetitivas, as pessoas poderão se concentrar em atividades mais complexas e criativas - e isso pode gerar um impacto da forma como trabalhamos e em que habilidades são valorizadas no mercado de trabalho.

 Por outro lado, aponta que o uso inadequado e com pouca informação da IA pode criar risco de deformação ética, especialmente pensando nessa homogeneização na forma de pensar estimulada pela máquina sem habilidades empáticas e de avaliação de um contexto humanizado. “O que pode gerar consequências em nossas escolhas de consumo, lazer e interação social. Além disso, a IA também pode influenciar a forma como nos comunicamos, resultando em menos interações reais e mais comunicações com sistemas”.

 “Podemos pensar também em um cenário em que as pessoas apresentem comportamentos mais ansiosos e acelerados, devido à grande estimulação e ao acesso de informação descontrolado, com menos habilidades para resolver problemas e conflitos - uma vez que o fato da IA apresentar soluções, reduz nossa necessidade de pensar nelas”.

 Finalizando, destaca que é importante lembrarmos que as mudanças de comportamento humano são bastante complexas e que envolvem múltiplos elementos, e tudo isso acaba sendo algumas especulações feitas a partir de projeções desse cenário de interação entre tecnologia e seres humanos.

 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas