20°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Opinião

Um Noé chateado

teste
GAby Mársico.jpeg
Por Gaby Garbin Mársico - Membro da Acadêmica Erechinense de Letras

Noé deve estar chateado com os fatos que têm acontecido nestes últimos tempos – um verdadeiro dilúvio moderno – pois tem perdido o protagonismo de ter sido o herói da famosa enchente que conta a Bíblia. Foi o que me trouxe à lembrança esse personagem nesta época de tanta chuva.

Tenho em minha modesta biblioteca um exemplar deste “Livrão” que pertencia aos meus filhos em seus anos de estudantes em colégio religioso. Aliás, é um baita livro que nos conta histórias fantásticas desde a criação do mundo conforme sua lei do Criacionismo. Na história do dilúvio aparece Deus avisando o único homem bom para se preparar, pois iria destruir a Terra que estaria “corrompida e cheia de iniquidades”. E o meio escolhido para tal empreitada foi uma grande chuva – um dilúvio – de grandes proporções e que duraria 40 dias e 40 noites ininterruptos. Orientou Noé para construir uma arca e nela colocar toda sua família e mais um casal de animais de cada espécie. Isto para a posterior repovoação da Terra.

Bem, a história, todo cristão já conhece.

Nesta atual conjuntura algumas perguntas se fazem necessárias para esclarecer a nós, pobres pecadores – Por que este Senhor esteve ausente nas tragédias modernas acontecidas nessas últimas centenas de anos, que têm dizimado povos, animais, florestas, assim como guerras, genocídios, doenças...?

Este Livrão tem nos contado como o tal Caim foi castigado por matar seu irmão Abel. E porque nessas malditas guerras, seus autores não foram também castigados exemplarmente, pois guerras são sempre irmãos contra irmãos, afinal não somos todos pertencentes à mesma raça humana?

A propósito, li em algum lugar, que Bento XVI quando esteve em visita a um dos horríveis campos de concentração nazistas, ficou tão emocionado que não se conteve e teria dito – “Senhor, onde estavas que deixastes isso acontecer? ”

Bem, enquanto divagamos sobre as histórias fantásticas, estamos atolados nestas tragédias climáticas que têm provocado destruição e morte e cujas previsões não são das melhores.

Ah! Mas agora tenho uma teoria sobre a ausência deste dito Criador e Senhor de Todas as Coisas – é que como ele está velhinho e cansado desde o antigo testamento, delegou seus poderes e inteligência aos... cientistas!

Claro, como não pensei nisso antes?

São os formidáveis, inteligentes e estudiosos cientistas que têm nos alertado há várias décadas sobre o perigo a nossa sobrevivência, se não tomarmos providência a respeito.

É, acho que essas pessoas têm recebido um “sopro celestial”, enquanto o Chefe curte uma aposentaria...portanto, ouvi-los é uma boa ideia!

E é bom lembrar que, enquanto não aparecer o famoso arco-íris, o tal sinal da aliança entre Deus e a Terra, estaremos sem proteção divina.

E, dá-lhe chuva!!!

 

P.S. Aos crentes, peço desculpas pelo sarcasmo deste comentário.

Em tempo: Minha solidariedade e meus respeitos às pessoas que defendem e se preocupam com nosso patrimônio histórico – no caso a destruição da 1ª escola de Erechim, cujo abandono se arrastou por décadas – Profª Neusa Cidade Garcez, Sra. Vanda Groch, e o Jornalista Rodrigo Finardi.

 

 

 

 

Publicidade

Blog dos Colunistas